Mundo DSE
Problemas com o financiamento

8 dicas para evitar problemas com o financiamento

Na maioria das vezes solicitamos um financiamento quando estamos apertados em dinheiro, ou não possuímos a condição de pagar um bem de alto valor no curto prazo ou não desejamos esperar longos anos juntando e economizando para comprar um bem à vista. Da mesma forma que os financiamentos podem facilitar a compra de tal bem de alto valor em suaves prestações, ele também pode comprometer parte da sua renda e é super importante evitar problemas com o financiamento. Pensando em você, que deseja se precaver, separamos 8 dicas super valiosas para evitar problemas com o financiamento.

Conheça suas contas

O primeiro passo de todos, é o planejamento financeiro e saber quanto de dinheiro você tem disponível e principalmente quais são suas despesas mensais que também comprometem parte da sua renda. Esse tipo de processo é essencial para não comprometer grande parte da sua renda apenas pagando dívidas, sendo necessário também separar alguns valores de reserva de emergência e até investimentos para multiplicar seu dinheiro. Os próprios bancos gostam de prevenir seus clientes e evitar problemas com o financiamento, pois senão eles não recebem os valores das parcelas e acabam entrando em processo judicial burocrático que pode chegar até ao leilão desse bem e justamente por isso, acabam optando por dar apenas financiamentos que não comprometam mais de 30% da renda do cliente em questão. 

Priorize as dívidas mais importantes

Se você é uma pessoa que já não segue nosso passo um, ou tem dívidas acumuladas, é importante que você analise em termos de prioridade como funciona o seu orçamento. Algumas contas são imprescindíveis de serem pagas e não devem ser postergadas como conta de água e luz, gás, algumas compras de supermercado etc. Se você possui dívidas anteriores, é importante não atrasar as parcelas e evitar problemas com o financiamento, para não ficar preso num eterno ciclo que acaba se tornando uma bola de neve difícil de se livrar.

Tente negociá-las

Essa dica é voltada para aqueles que já possuem o nome negativado ou restrito e é importante que se você já possua uma dívida com empresas de qualquer ramo, é essencial tentar negociá-la para limpar o seu nome e evitar problemas com o financiamento. Estando com o nome restrito você é privado de diversos benefícios e concessões de crédito dado pelos bancos e atualmente contamos com diversas possibilidades e órgãos que renegociar uma dívida de valor alto com até 90% de desconto. 

Analise as possibilidades previstas no seu contrato e verifique se a portabilidade é vantajosa

Quando se tem uma dívida, existem diversas opções de pagá-la no longo prazo. Os bancos desde os tradicionais até principalmente os bancos online que vem com uma pegada mais jovem, transparente e buscando firmar relacionamento com novos clientes, podem te oferecer condições bem melhores do que um acordo ou contrato que você tinha estabelecido anteriormente. A portabilidade é uma possibilidade de evitar problemas com o financiamento, e ela nada mais é do que transferir o seu débito para outros bancos ou instituições financeiras que assumem essa dívida pra você com outras condições e termos como taxas, prazos e parcelas. Muitos bancos possuem interesse nesse tipo de transação principalmente pelo consumidor normalmente estar desesperado e buscando maneiras de parcelar ainda mais um débito, que pode ser um fator extremamente benéfico para os bancos principalmente porque quanto maior o prazo, maior será o montante de juros efetivamente pago. Não são todos os bancos que oferecem a possibilidade de portabilidade bem como não são todas as modalidades de financiamento que aceitam isso. Por isso, consulte as diversas opções disponíveis no mercado.

Pesquise tanto quanto puder

Hoje em dia, temos a internet em nosso favor para diversos tipos de transações online. Os bancos online que vem com uma pegada mais jovem, transparente e que buscam firmar relacionamento desse tipo com novos clientes, podem te oferecer condições bem melhores do que um acordo ou contrato em bancos tradicionais que acabam tendo taxas bastante equiparadas em determinadas modalidades de empréstimos. Com a internet, o processo de pesquisa se tornou muito mais fácil e até os bancos mais tradicionais buscaram se adaptar a essa realidade disponibilizando calculadoras e simuladores online das condições de financiamento em várias modalidades (créditos com garantia, financiamento de veículos novos e usados, financiamento de imóveis tanto empresariais como residenciais etc.). Com essa facilidade você não pode deixar passar a oportunidade de pesquisar tudo quanto puder sobre as mais diversas condições em variadas instituições.

Compare os financiamentos

Essa é uma dica que atua em conjunto com nossa outra dica sobre pesquisar o tanto que puder. A internet nos possibilitou que o processo de pesquisa se torne muito mais fácil e até os bancos mais tradicionais buscaram se adaptar a essa realidade disponibilizando calculadoras e simuladores online das condições de financiamento em várias modalidades (créditos com garantia, financiamento de veículos novos e usados, financiamento de imóveis tanto empresariais como residenciais etc.). Os bancos digitais também contam com ferramentas específicas em seus apps que simulam taxas, prazos e parcelas, que permitem que você verifique online qual deles pode te oferecer as melhores condições. É importante não ter uma análise restrita ao valor da parcela, como também avaliar as taxas de juros e o montante final pago. Normalmente quanto maior o prazo de um financiamento que você assuma, maior será o valor pago em juros a instituição. 

Faça uma vistoria detalhada

Fazer uma vistoria é um dos passos necessários para acabar não comprando gato por lebre. Através de vistorias você consegue analisar problemas já existentes e saber exatamente o que está comprando, o que faz com que você acabe por evitar problemas com o financiamento no futuro, estando com um bem de alto valor que te deixa insatisfeito, ou o que é pior, gerando mais dívidas e te prendendo a um bem de alto valor que outros compradores não gostariam de assumir e que acaba perdendo valor de mercado.

Verifique a existência de dívidas

Esse é um passo que deve acompanhar a vistoria e deve ser uma das primeiras coisas a se ponderar para evitar problemas com o financiamento. Assumir uma dívida de outra pessoa ou comprador anterior por exemplo, pode te colocar numa montanha russa financeira e é muito provável que você acabe perdendo dinheiro se optar por isso.

Fonte da imagem destacada: sbmarketingtools

Editor

Olá! Sou o faz tudo do site (quase tudo). Apaixonados por internet, adepto das novas tecnologias e webmaster. Aproveite o conteúdo, pois todos os dias estamos postando algo novo. :)

Adicionar comentário