Mundo DSE
E-commerce

Entenda o crescimento do e-commerce no Brasil em 2020

Entenda o crescimento do e-commerce no Brasil em 2020

Com o comércio físico fechado, por conta do coronavírus, as pessoas recorreram à única forma viável de se fazer compras: online. 

O hábito de comprar online foi sendo embutido aos poucos na vida dos brasileiros, até porque, antes da pandemia, essa modalidade de compra não era tão recorrente.

Esse fato fez com que o e-commerce brasileiro crescesse em 47% no primeiro semestre de 2020 e como já era de se esperar, essa foi a sua maior alta em 20 anos.

Além dos pedidos feitos online pelos brasileiros, o valor médio gasto pela população com compras online também cresceu em 6% no último ano, passando de R$404,00 (primeiro semestre de 2019) para R$427,00 no mesmo período em 2020. 

Além da pandemia, o que mais ajudou o e-commerce a crescer?

Outro fator importante que fez o e-commerce crescer foi que, quando as lojas se viram na necessidade de vender online, elas passaram a se posicionar de uma forma que passasse mais segurança e confiança aos seus clientes. 

Isso significa que, muitas pessoas não compravam através de e-commerce por diversos motivos, como: tinham medo de pagar e não receber o produto, medo do produto vir quebrado ou danificado dentro das caixas, insegurança em relação a qualidade do produto (foto x realidade). 

As lojas então, depois de entender a necessidade e as dores de seus clientes, passaram a adotar outras formas de anunciar seus produtos e adicionaram em suas propagandas elementos que passassem mais confiança aos seus compradores. 

A mudança das marcas conquistou milhões de compradores novos e os dados confirmam isso: 7,3 milhões de brasileiros compraram online pela primeira vez depois do reposicionamento das marcas e lojas. 

O e-commerce brasileiro é composto por heavy users 

Outro motivo importante que fez o e-commerce brasileiro ser consolidado foi o fato de que vários heavy-users apareceram durante o início do ano. 

Para quem ainda não tem conhecimento, o termo heavy user são aqueles compradores que fizeram mais de quatro compras no primeiro semestre do ano. 

Em questão de porcentagem, os heavy user significam 58% das pessoas que estão utilizando assiduamente o e-commerce. 

Dentro da parcela de 58%, 20% dos compradores fizeram mais de dez pedidos no mesmo período.

Categorias do e-commerce que mais venderam em 2020

De acordo com a pesquisa feita pelo site site E-commerce Brasil as categorias que mais venderam durante 2020 foram: 

  • Equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação: 41,8%;
  • Móveis e eletrodomésticos: 25,9%;
  • Tecidos, vestuários e calçados: 11,8%;
  • Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, perfumaria e cosméticos: 7,5%;
  • Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumos: 3,3%;
  • Livros, jornais, revistas e papelaria: 2,3%.

Os marketplaces fizeram sucesso em 2020

Outro grande fator que contribuiu para o crescimento do e-commerce brasileiro, é o aumento das vendas através dos marketplaces, que nada mais são do que sites como: Mercado Livre, Magalu, Elo7, Amazon, Submarino, Casas Bahia etc.

As vendas realizadas através dos marketplaces representam 38% das vendas feitas dentro de todo o e-commerce. 

Em 2013, as vendas dos marketplaces representavam apenas 15% , esse dado nos mostra um crescimento significativo desse tipo de plataforma. 

O crescimento dos marketplaces favoreceram os micro e pequenos empreendedores, que agora, tem um espaço reservado para anunciar seus produtos nos sites. 

Outro aspecto que fez o marketplace ser tão eficiente, é que agora, com essa opção em maior evidencia, os próprios fabricantes começaram a fazer as vendas diretas de seus produtos, resultando assim, um maior lucro para as fábricas.

Vale ressaltar que é importante que qualquer um dos e-commerces não devem depender apenas do marketplace para fazer suas vendas, afinal, as comissões cobradas podem ser relativamente altas.

Uma boa conexão de internet ajudou os e-commerces crescerem

Em 2020, os comerciantes que não tinham em seu estabelecimento uma boa conexão de internet, passaram a investir nisso. 

Afinal, como seria possível vender online com uma conexão que não correspondesse às suas necessidades?

Por isso, se você é um comerciante que está buscando entrar no mercado online, o primeiro passo a ser dado nesse momento, é investir em uma rede estável e com qualidade de sinal. 

Chegou a hora de você investir em SKY Internet e alavancar seu negócio online, afinal, com a SKY, seu sinal não vai oscilar e você ficará sempre por dentro do que acontece no seu e-commerce na hora.

Conte com os planos da SKY Internet para crescer o seu e-commerce em 2021.

Editor

Olá! Sou o faz tudo do site (quase tudo). Apaixonados por internet, adepto das novas tecnologias e webmaster. Aproveite o conteúdo, pois todos os dias estamos postando algo novo. :)

Adicionar comentário

Baixar Jogos Para Android

Se divertir com os melhores Jogos Online.