Mundo DSE
Como economizar na hora de tirar a habilitação

Como economizar na hora de tirar a carteira de habilitação

Como economizar na hora de tirar a carteira de habilitação
5 (100%) 1 vote[s]

Tirar a carteira de habilitação, a famosa CNH, é um dos maiores desejos entre os adolescentes que entram para a maioridade.

Porém, os valores podem ser um tanto “salgados” para quem está ingressando no mercado de trabalho e ainda na faculdade.

Pensando nisso, criamos este guia prático para você diminuir os custos na hora de tirar sua licença para dirigir, seja para moto (categoria A) ou para carro (categoria B).

Quanto custa para tirar a CNH?

Em 2019, o custo médio para tirar a carteira é:

  • R$ 2.270,00 para categoria B
  • R$ 1.950,00 para categoria A

Os valores podem variar de acordo com o estado e a autoescola. Veja abaixo um exemplo de orçamento detalhado para primeira habilitação de categoria B da autoescola CFC Energia do Rio Grande do Sul:

  • Taxa do DETRAN (GAD-E): R$ 302,72
  • Curso Teórico 45 h/aulas: R$ 377,10
  • Simulador 05 h/aulas: R$ 315,85
  • Curso Prático 20 h/aulas: R$ 1220,80
  • Aluguel do Veículo: R$ 54,29

Como reduzir os custos para tirar carteira?

Uma forma simples de economizar é fazer os pagamentos das taxas dos processos separadamente.

Isto é, você faz os pagamentos devidos diretamente ao DETRAN e às clínicas conveniadas. E na autoescola quita apenas as aulas teóricas e práticas.

Fazendo isso, é possível economizar quase R$ 200,00 no processo de habilitação.

DETRANCFCEconomia
Inscrição para Exame de HabilitaçãoR$ 65,03R$ 75,00R$ 9,97
Exame Médico (pago na clínica)R$ 169,28
Psicotécnico (pago na clínica)R$ 169,28
Exame de LegislaçãoR$ 65,03R$ 116,00R$ 50,97
Exame de DireçãoR$ 65,03R$ 139,00R$ 73,97
Expedição

de Licença de Aprendizagem

R$ 48,77R$ 116,00R$ 67,23

Vale ressaltar que pagar as taxas junto ao DETRAN demanda tempo e esforço, uma vez que não terá uma autoescola para intermediar.

Isso é um critério importante que deve ser levado em consideração: pagar mais para ter comodidade ou economizar e dedicar tempo para resolver por conta própria.

Dicas para economizar com a autoescola

Parcelar o pagamento

Dependendo da autoescola, é possível parcelar o curso teórico e prático em até 12 vezes.

Porém, preste muita atenção! A autoescola pode cobrar juros no cartão e isso é extremamente perigoso. Então, faça negociações como, por exemplo, uma entrada e mais 6 parcelas sem juros no cartão.

Juntar para pagar a CNH à vista

Se você não tem pressa para tirar a carteira, poupe uma quantia de dinheiro durante um período de tempo para pagar o processo na autoescola à vista. É uma boa forma de economizar, uma vez que muitas autoescolas concedem um desconto generoso quando o pagamento é feito à vista e em dinheiro.

Cuidados na hora de escolher a autoescola

Para não ser pego de surpresa, verifique:

  • Se a autoescola está cobrando um preço acima do normal para as taxas do DETRAN;
  • Se a autoescola está cobrando muito barato pelo curso de legislação;
  • Se a autoescola está cobrando muito barato pelo curso prático de direção.

Faça mais de um orçamento e compare os valores. Além disso, visite o espaço físico do centro de formação de condutores, veja se a infraestrutura está em boas condições e se os veículos estão preservados. Por fim, conheça os instrutores e note se eles estão investidos em prestar o melhor serviço.

Como tirar a CNH de graça?

Tirar a carteira de motorista de graça é possível? Essa é uma dúvida muito comum e a resposta é: SIM!

Só neste ano, o estado do Espírito Santo beneficiou 9 mil pessoas.

A questão é saber se o seu estado adotou essa política e verificar se você se encaixa no quadro social para obter esse benefício.

O ideal é visitar o site do DETRAN de seu estado e encontrar informações sobre CNH Social.

O Serviço Social do Transporte (SEST), junto com o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SENAT), são parceiros do programa CNH Social.

O programa tem o objetivo de conceder a habilitação gratuita a todos os jovens de baixa renda, a fim de ampliar as opções de emprego, assim como qualificá-los e inseri-los no mercado de trabalho, especialmente, no setor de transportes.

Para ganhar o benefício, você precisa:

  • Respeitar a Lei Estadual, o número de vagas e período de inscrição;
  • Comprovar baixa renda (renda familiar de até 2 salários mínimos);
  • Ser maior de 18 anos;
  • Ser alfabetizado;
  • Estar desempregado há mais de 1 ano ou ser ex-presidiário;
  • Ser beneficiário de programas sociais como Bolsa Família ou Minha Casa Minha Vida;
  • Ter o cadastro no Cadastro Único;
  • Ser estudante ou ter estudado em escola pública;
  • Não ter cometido nenhuma infração de trânsito;
  • Ser profissional do setor de transporte.

Em caso de aprovação, você deve confirmar as informações prestadas no ato da inscrição. Caso tudo estiver certo com o cadastro, você deverá procurar uma autoescola e começar o processo de habilitação gratuitamente!

Ficou alguma dúvida sobre este tema? Deixe nos comentários e respondemos o quanto antes!

Fonte da imagem: Veja.abril

Editor

Editor

Olá! Sou o faz tudo do site (quase tudo). Apaixonados por internet, adepto das novas tecnologias e webmaster. Aproveite o conteúdo, pois todos os dias estamos postando algo novo. :)

Adicionar comentário