Mundo DSE
faculdade

Como colocar faculdade no currículo da forma correta?

Uma formação acadêmica sólida faz toda diferença na hora de procurar um emprego. E depois de tantos anos de estudo, não dá para deixar passar essa informação quando for se apresentar aos possíveis empregadores. Mas como colocar faculdade no currículo de maneira clara e objetiva? 

Antes de mais nada, vale destacar: a sua graduação deve ser um dos primeiros dados que o recrutador vê quando abre seu currículo. Afinal, isso pode ser até um requisito para ocupar aquela função. 

Nesse artigo, você vai entender como organizar esse documento tão importante e ainda conferir dicas para se destacar dos concorrentes em um processo seletivo. Continue lendo!

O que colocar no currículo?

Antes de tudo, vale falar um pouco sobre o currículo de modo geral. Ele é uma forma de se apresentar aos empregadores e se tornou uma ferramenta básica para quem está procurando emprego. 

Só que montar esse documento nem sempre é simples. Uma dúvida muito comum é o que colocar no currículo. Afinal, o que é relevante para o recrutador?

Isso vai variar com relação ao cargo que você está tentando conquistar. Por exemplo, uma vaga para estagiários ou assistentes geralmente vai exigir que você coloque menos detalhes, mas aborde outras experiências que teve, mesmo que não sejam profissionais. 

Já no caso de quem procura uma função de gestão ou liderança, vai precisar destacar os anos de experiência que possui e os cursos que fez.

Mas, de forma resumida, o currículo precisa das seguintes informações:

  • Dados pessoais (nome, e-mail, telefone, cidade);
  • Área de atuação (comunicação, recursos humanos ou vendas, por exemplo);
  • Formação acadêmica (aqui entra a faculdade, mas pode ser também um curso técnico ou pós);
  • Experiência profissional (com, no máximo, cinco ou seis tópicos);
  • Idiomas (junto com o seu nível de habilidade neles);
  • Cursos e outras informações relevantes (workshops, cursos de curta duração, etc).

Inclusive, procure seguir uma ordem semelhante à da lista. Assim, você destaca as informações mais importantes e facilita a vida de quem está lendo.

Como colocar faculdade no currículo?

Só que esse resumo ali de cima ainda pode render muitas dúvidas, principalmente quando o assunto é como colocar faculdade no currículo. Mas você vai precisar de apenas três passos:

  • Coloque o nome do curso no qual se formou;
  • O nome da instituição;
  • A data de início e de conclusão.

Simples, não é? Inclusive, se a sua graduação ainda estiver em andamento, basta colocar a previsão de formatura no lugar da data de conclusão. 

Além disso, caso você tenha mais de uma faculdade, é só colocar a mais recente primeiro. E se uma delas não for relevante para a vaga, nem é necessário mencioná-la. 

Da mesma maneira, vale lembrar que cursos de curta duração, de idiomas e de informática não precisam estar junto com o curso superior. Deixe-os mais para o fim, se não você corre o risco de ofuscar sua formação principal!

Curso trancado

Outra dúvida comum é com relação aos cursos trancados. Nesses casos, incluir ou não a graduação vai depender se ela é útil para a função que você vai executar. 

Se optar por colocar, saiba que é possível que você seja perguntado na entrevista sobre o motivo de ter parado. Então esteja pronto para responder. O ideal, porém, é procurar uma forma de voltar a estudar, seja com bolsa graduação ou algum outro auxílio. 

Exemplos de como colocar faculdade no currículo

Ainda precisa visualizar melhor como colocar faculdade no currículo? Então veja alguns exemplos a seguir!

Apenas uma faculdade

O primeiro exemplo é o mais básico, para quem tem apenas uma formação superior:

Graduação em Ciências Contábeis

Universidade Estácio de Sá

Fev/2014 – Dez/2018

Duas graduações

Já quem tem duas faculdades, precisa optar por aquela que faz mais sentido para a vaga ou adicionar as duas em ordem cronológica decrescente, como você pode ver abaixo:

Graduação em Jornalismo 

Universidade Estácio de Sá

Fev/2015 – Dez/2019

Graduação em Letras 

Universidade Estácio de Sá

Ago/2010 – Jun/2014

Ensino superior em andamento

Como você viu, quem tem cursos em andamento também precisa sinalizar isso. Uma das formas é do jeito que mostramos a seguir:

Graduação em Administração

Universidade Estácio de Sá

Mês e ano de início: 01/2018 – Mês e ano de previsão do término: 12/2022

Com pós-graduação

Por último, separamos um exemplo para quem tem outros tipos de formação acadêmica, como pós-graduação:

MBA em Inteligência Competitiva e Inovação em Marketing

Universidade Estácio de Sá

Mar/2019 – Mar/2020

Graduação em Publicidade e Propaganda

Universidade Estácio de Sá

Ago/2014 – Jun/2018

Gostou dos exemplos? Eles devem ajudar a encontrar a melhor forma de organizar o seu currículo. 

Mas se você ainda tiver dúvidas, talvez seja bacana pedir ajuda para algum amigo ou dar uma olhada nos modelos disponíveis na internet. Assim, fica mais fácil ter uma noção de como fazer o seu. 

Dúvida extra: como colocar a formação no LinkedIn?

Além do currículo, a formação acadêmica também pode (e deve) fazer parte do seu perfil no LinkedIn. Essa rede social corporativa tem sido muito utilizada por quem está procurando um emprego ou quer fazer networking para ser lembrado em oportunidades futuras. 

Nesse sentido, ter a faculdade no seu perfil ajuda tanto recrutadores quanto outras conexões a saberem quais são os seus conhecimentos e área de atuação. 

Para isso, basta acessar o seu perfil pessoal e ir até a seção “Formação Acadêmica”. Ali, deve aparecer um sinal de mais (+) no qual você pode clicar para acrescentar o curso, a instituição e o ano de formatura. Bem simples e rápido, mas pode fazer toda a diferença na hora de destacar o seu nome para uma vaga!

Fonte da imagem destaque: money

Editor

Olá! Sou o faz tudo do site (quase tudo). Apaixonados por internet, adepto das novas tecnologias e webmaster. Aproveite o conteúdo, pois todos os dias estamos postando algo novo. :)

Adicionar comentário