Mundo DSE

Ter muitos parceiros espanta a solidão?

Ter muitos parceiros espanta a solidão?
5 (100%) 5 votes

Será que alguém se sente menos sozinho pelo fato de alguém ter muitos parceiros? Fiquei me perguntando isso depois de ler o seguinte depoimento:

“No poliamor você (…) está longe da solidão sempre, além de reduzir as frustrações e magoas nas relações”, comenta Rafailov.

Homem com várias mulheres - Poliamor

Pois é, ai que pode morar o perigo. Independente do modelo que adotamos, sempre é perigoso pensar que o outro é remédio para a nossa solidão. Quantidade nunca foi sinônimo de qualidade e no caso do poliamor, nem precisa ser.

Pode acontecer de estarmos platonicamente apaixonados por duas pessoas, não é? Ou ainda, estarmos em relações incompatíveis (quando os parceiros sabem da existência um do outro mas não rola uma química amigável entre eles). E até resolvermos isso, pode-se ficar irremediavelmente sozinho.

Poliamor nas relaçõesE nem adianta sequestrar e/ou jurar perante o padre (o que no fundo pode dar no mesmo). Ter vários parceiros pode ser sinônimo de muita coisa, menos de antídoto para a solidão. Pode, no máximo, te dar a breve e enganosa ideia de que não se está sozinho. Por isso que vale a pena ficar atento.

A gente partilha parte da vida, parte dos problemas. Mas colocar a responsabilidade de afugentar a solidão no outro é covardia. É como uma prisão. Por isso, por mais indelicado que seja, tenho de discordar do depoimento. Esse é o tipo de ideia que devemos combater e não difundir.

Editor

Editor

Olá! Sou o faz tudo do site (quase tudo). Apaixonados por internet, adepto das novas tecnologias e webmaster. Aproveite o conteúdo, pois todos os dias estamos postando algo novo. :)

Adicionar comentário