Mundo DSE
Homens mais velhos querem fazer sexo com frequência.

Homens mais velhos querem fazer sexo com mais frequência

Homens mais velhos querem fazer sexo com mais frequência
5 (100%) 1 vote
Homens mais velhos querem fazer sexo com frequência.

Uma pesquisa deixa o mundo boquiaberto ao revelar que homens mais velhos sentem necessidade de sexo.

Um dos grandes paradigmas da humanidade é dizer que homens são verdadeiros maníacos por sexo quando jovens, ao ponto que com passar da idade a intensa vontade de transar some de vez.

Contudo, uma pesquisa aponta para o lado contrário, ou seja, homens mais velhos tem também vontade de fazer sexo, inclusive maiores de 90 anos.

Estudo Sobre Sexo e Homens Mais Velhos

O referente estudo realizado na Austrália contou com a presença de quase 3 mil homens, entre 70 e 93 anos de idade, que responderam questões referentes à saúde sexual.

De fato, os resultados comprovam que quanto mais idade maiores são as chances de indivíduos serem menos ativos de modo sexual.

Contudo, o tema sexo ainda permanece como ponto relevante na vida dos homens com 90 anos, contrariando a expectativa de que idosos não gostam de transar.

Sem contar que 40% dos entrevistados relataram insatisfação com a frequência do sexo, condizendo que gostariam de passar mais tempo nas transas.

Quase 35% dos entrevistados disseram que experimentaram atividades sexuais com mulheres no ano anterior.

De acordo com os estudiosos que participaram da pesquisa, a idade não representa o único fator às contenções sexuais.

Além de falta de uma parceira para sexo ativo, também existem doenças nos idosos que impossibilitam a transa qualitativa, tais como câncer de próstata e diabetes.

Apenas 40% dos homens que participaram da pesquisa disseram não terem mais interesse por sexo, ou seja, a minoria dos idosos.

Testosterona e Reposição Hormonal

É aceito em nível acadêmico que as taxas de testosterona se relacionam de modo direto ao número de vezes nas quais um homem idoso procura por sexo.

Na prática, aumenta no mundo o número de homens idosos dispostos a fazerem sexo, o que explica também a necessidade de novos estudos para elaborar métodos alternativos de reposição hormonal.

Renato

Paulistano, redator jornalístico e publicitário desde 2010. Atuo com conteúdos online para blogs/sites informativos, cartas de vendas e peças publicitárias.

Adicionar comentário