5 coisas que você faz e que destroem sua produtividade

5 coisas que você faz e que destroem sua produtividade
Muitas dessas ações podem até passar despercebidas e não se mostram prejudiciais à primeira vista, mas suas consequências são danosas e geralmente têm potencial nocivo.

O site americano "Inc" listou cinco dos costumes mais frequentes a atrapalhar o bom rendimento profissional e cinco dicas para conseguir dribá-los.

1. Acordar e imediatamente ligar o celular

Levantar da cama cedo pode ser ótimo para ter ânimo pelo resto do dia. Mas não faz muito sentido perder minutos ou até horas de sono só para saber o que há de novo no feed do Instagram ou do Facebook. 

Solução: adie a hora de checar as redes sociais até o almoço.


2. Pensar que pode fazer tudo

Listas de tarefas podem ajudar, mas acumular várias coisas pode nos paralisar. Fingir que conseguimos fazer tudo acaba com nossa produtividade. Fuja de checklists exageradamente otimistas. 

Solução: não coloque mais de três coisas na sua lista de tarefas e trace um objetivo maior a cada dia. Aprenda a estabelecer prioridades.

3. Mudar de tarefa frequentemente

Revezar-se entre tarefas, reuniões ou telefonemas nos distrai e impede que se tenha foco para concretizar determinado trabalho, principalmente os que envolvam esforço criativo. 

Solução: tente agendar reuniões e telefonemas próximos uns aos outros. Assim, sobra mais tempo para tarefas que exijam concentração de longo prazo.

4. Perder tempo com tarefas pequenas

É fácil se embrenhar por tarefas menores e mais prazerosas, deixando de lado o trabalho mais importante. Isso se chama “mentir para si mesmo”. Perder tempo demais com pequenos afazeres pode ser uma distração perigosa. 

Solução: estipule alguns alvos para atingir a cada mês ou quinzena e avalie aquilo que não ajudará a alcançá-los.

5. Procrastinar as coisas realmente importantes

Provavelmente a tarefa mais importante que você precisa fazer hoje é também a menos empolgante. Como dito no último item, é muito mais fácil se envolver com coisas menos relevantes e mais divertidas, que não trazem o mesmo nível de ansiedade que as outras. 

Solução: pense em algo que você queira fazer menos ainda. O seu “eu procrastinador” voltará as atenções para aquilo e a tarefa se tornará mais aceitável na comparação.

Fonte: Revista Pegn
O que achou? Deixe seu comentário!


0 comentários:

Postar um comentário