8 Cidades mais baratas para morar na Europa

Embora os salários mudem pela Europa, alta remuneração não representa necessariamente a possibilidade de obter-se um alto padrão de vida. Segundo uma pesquisa do site Glassdoor, é possível ganhar menos e morar melhor - em cidades que oferecem esse equilíbrio devido ao baixo custo de vida.

Para descobrir quais são estes locais, o site analisou a relação entre o valor médio dos salários pagos em diversas cidade européias com diversos custos respectivos, como cesta básica, aluguel, restaurantes, transporte, utilidades, entre outros. Ficou curioso? Confira abaixo quais são as 8 cidades européias mais baratas para se viver: 

1. Tartu, Estônia


Considerada a "capital intelectual" da Estônia por possuir a mais antiga e renomada universidade do país, a Universidade de Tartu. É a segunda maior cidade estoniana.


2. Porto, Portugal


Segundo dados da Glassdoor, a segunda maior cidade de Portugal é 70% mais barata de se morar do que Nova York.

3. Salonica, Grécia


Além de atrair muitos turistas, a cidade também é um hub da Grécia e oferece muitos empregos.

4. Talim, Estônia


Por ser a capital política e financeira da Estônia, os salários estão crescendo. Os custos de viver em Talim são extremamente baixos.

5. Atenas, Grécia


Para quem tem emprego, já que a cidade está em grave crise, Atenas é uma opção muito barata.

6. Lisboa, Portugal


O salário médio em Portugal é de apenas 15,5 mil euros por ano, segundo a Glassdoor, mas os baixos custos de vida elevam o padrão de vida de seus moradores.

7. Barcelona, Espanha


A sétima área urbana mais populosa da União Europeia, é uma das cidades mais baratas para se viver pelo salário que pagam. 

8. Graz, Áustria


É a segunda maior cidade austríaca. Conhecida por ser uma região universitária com baixos preços de aluguel, alimentação e utilidades.

O que achou? Deixe seu comentário!
Fonte: Época


0 comentários:

Postar um comentário