8 hobbies que impulsionam a produtividade

Atualmente vivemos num ritmo frenético que nos impede de aproveitar certos prazeres. Mas investir em lazer e distração é essencial para desenvolver um estilo de vida saudável. Alguns hobbies oferecem mais do que apenas prazer. 

As pessoas estão cada vez mais fixadas no trabalho e no descanso, mas o lazer é fundamental. E a ciência aponta que alguns hobbies oferecem muito mais do que prazer, pois eles têm impacto direto sobre as suas funções cerebrais e podem ser um grande combustível para a produtividade.

Caminhar, jogar videogame e tocar um instrumento musical, por exemplo, são atividades que estimulam a criatividade, a memória e o pensamento estratégico. Confira abaixo todos eles:

Tocar um instrumento musical


O filósofo Friedrich Nietzsche dizia que, sem música, a vida seria um erro. O benefício trazido pela arte é ainda maior se você é quem está tocando. Uma pesquisa publicada em 2012 no Journal of Neuroscience revelou que treinamento musical - sobretudo na juventude - ajuda a aumentar o corpo caloso do cérebro, isto é, a parte que liga os dois hemisférios. Essa “ajudinha” impulsiona a memória e a capacidade de resolver problemas.

Caminhar


Além de fazer bem para a saúde, andar pode melhorar o seu humor e até tornar você mais criativo. Um experimento conduzido por pesquisadores da Stanford University revelou uma associação direta entre a atividade e a capacidade de ter ideias originais. Os participantes da experiência mostraram um aumento de 60% em sua criatividade enquanto caminhavam.


Jogar videogame


Nerds e geeks podem comemorar: jogar certos tipos de videogames melhora o raciocínio estratégico. De acordo com cientistas ingleses, jogos de estratégia em tempo real aceleram a capacidade de raciocinar sob pressão e aprender com erros passados. Já games de ação podem aumentar a capacidade de tomar decisões rapidamente.


Ler


Segundo pesquisadores da Universidade de Sussex, na Inglaterra, meia hora de leitura profunda causa reduz mais o estresse do que qualquer outra técnica tradicional de relaxamento. Outro estudo mostra que a leitura também melhora a capacidade de foco e a concentração, por simular uma espécie de transe parecido com o provocado pela hipnose. 

Aprender uma nova língua


Um estudo conduzido por pesquisadores da Northwestern University revelou que pessoas bilíngues têm mais facilidade para resolver problemas do que aquelas que falam apenas um idioma. Além disso, cientistas suecos descobriram que a fluência numa segunda língua pode aumentar o córtex cerebral, que controla quase toda a capacidade mental de uma pessoa, da memória à capacidade de planejamento.


Jogar golfe


Partidas de golfe podem durar horas. Além de ser um grande exercício de calma e paciência, a prática do esporte incrementa a capacidade de resiliência e o desempenho em atividades diversas, segundo pesquisadores da Princeton University.

Fazer exercícios físicos regulares


Um estudo da Dartmouth University tornou evidente a contribuição dos exercícios físicos regulares para o desempenho do cérebro. Em cerca de 60% da população, esse tipo de atividade aumenta o nível de BDNF, uma proteína ligada à inteligência, à concentração e à capacidade de aprendizado. 


Ouvir música


Não sabe tocar nenhum instrumento? Ainda assim é possível aproveitar as vantagens da música para o seu cérebro. De acordo com cientistas da University of Birmingham, no Reino Unido, escutar música impulsiona o rendimento em atividades diversas.

Gostou? Então deixe seu comentário!
Fonte: Exame

0 comentários:

Postar um comentário