Como se tornar um homem impressionante

Como se tornar um homem impressionante
Os homens assumiram comportamentos mimados, fracos e desonrados em sua maioria. Descubra como se diferenciar desses frouxos, assumir um comportamento virtuoso e impressionar.

Todo questionamento realmente impactante parece exercer uma retroação na consciência por via do choque que provoca. São infinitas as questões a serem ponderadas, muitas são passivas de diversas respostas. Contudo, há algo de vazio que parece passar despercebido pela maioria dos homens atualmente. Esclareço de imediato que não, não se trata de dominação e submissão. Estou falando do processo de mudança que vige na contemporaneidade e que está conduzindo a uma profunda transformação no que é "ser homem". De fato, estamos assistindo in real life a ascensão do “homem fofo”, “miguxo”, “lindinho”, como dizem as mulheres. Ou seja, o paradigma do retrocedimento em termos comportamentais masculinos, principalmente por via de leviandade e incongruência.

A própria mídia constrói por meio de propagandas desavisadas, o arquétipo masculino incoerente e frágil. Quando seu oposto é tratado como repulsivo e arcaico, de um período que fora superado em nossa história. Palavras geralmente proferidas por adeptos e crentes do progressismo que encontra encanto em tudo que é sinuoso frente ao consolidado e pertinente costume. Muitas vezes de formas completamente inconsequentes e desastrosas.

 A fim de evitar delongas necessárias, procurarei aqui ser lacônico de modo a expressar o básico da mensagem dentro de tempo hábil. 

Constantemente se pode perceber empiricamente que, cada vez mais, os homens estão se transformando em gazelas, zé ruelas, mimados e fracos. Não me limito à apenas a vestimenta e comportamentos, pois isso é obvio, mas sim a algo de ordem ainda mais importante – a saber, daquilo que é proprĭus da virtu.

Quais são as virtudes do homem moderno? 

Somadas dão sempre resultado zero perto daquilo que foram um dia, ou ainda, que deveriam ser. Absolutamente descabidas e insignificantes, podendo inclusive ser descritas como o oposto. 

A imagem caricatural dessa gazela que é vista como paradigma é de ordem superficialíssima. Homens traidores desonrados, de extrema emotividade, insegurança, frouxidão etc. São expressões do vácuo deixado pela ausência de uma base que vem sendo abandonada. Meras encenações de sua mendacidade arraigada. 

Geralmente o “tipo novo”, por assim dizer, não possui compromisso sério, mas calma lá, não estou falando de relacionamentos com outras pessoas exclusivamente, estou me referindo à incapacidade de se comprometer com algo na vida que esse tipo novo possui. O tipo novo é assim não porque não quer se comprometer com algo, mas porque não tem inclinação à honra, pois seu condicionamento social o impede até de perceber isso. Tornando o incapaz de se comprometer consigo, de buscar, agir, tomar uma atitude e ser fiel a si mesmo independente das situações adversas. Em outras palavras, é incapaz de tomar as rédeas de sua vida e buscar lutar, sofrer e correr atrás de seus objetivos e assumir responsabilidade pelos seus atos.  Ao entrar numa relação, este tipo prega a promiscuidade mesmo estando “comprometido”, pois o caminho da desonra para este é natural. Como um fraco que é incapaz de se comprometer consigo poderia se comprometer seriamente com alguém? Eventualmente esse tipinho inventa racionalizações usa para justificar suas condutas. Não possui amigos de verdade, pois para ele todo conhecido, por mais superficial que seja, já é considerado como amigo. Jamais estenda a mão para ajudar aqueles que chama de amigos, mas ao contrário, tira sarro e destrói ainda mais seus aliados.

Outro aspecto comum é o excesso de emotividade, sim, é isso mesmo. Antigamente, para usar essa palavrinha que é comum ao contar história, os homens eram ensinados a engolir o choro e ser firmes. Atualmente, o que se vê são homens que vivem na alta emotividade nas mais variadas situações. A mais comum demonstração de sua passividade ocorre quando se apaixona e idealiza a mulher nutrindo ilusões e, quando finalmente se declara, é rejeitado e em seguida cai no choro descontrolado deixando jorrar uma cachoeira de lagrimas. Em relacionamento, quando a mulher inicia uma birra ou reclama de algo, ao invés de reagir como homem de verdade, calmamente num tom de voz imperativo, seguro e ao mesmo tempo carinhoso, reage abruptamente como uma bicha histérica e grita loucamente com a mulher, muitas vezes com agressões verbais absolutamente desrespeitosas e desnecessárias. Tentando desesperadamente vencer a parceira na discussão e quando não consegue vencê-la apela para um das seguintes estratégias que são polaridades de uma mesma fonte, emotividade exacerbada expressa no descontrole. Uma das táticas é a atitude servil da suplica pelo perdão através de lagrimas e palavras pedintes exalando sua fraqueza. A outra é o excesso desmedido expresso por meio da violência direta. Em ambos os casos, pode-se perceber o completo descontrole emocional devido a extrema emotividade. No cotidiano esse tipo geralmente também é polarizado, ou seja, age e fala com muita agressividade ou então vive depressivo em tom e atitudes apáticas.

Além disso, o homem atual é um produto falho de padrões distorcidos. Em sua maioria, não possui valores sólidos, pois é desonrado, facilmente influenciado pelo rebanho e pra piorar ainda mais, é incapaz de lidar com o mundo real devido ao fato de ter sido mimado por muito tempo. Nunca foi disciplinado, nunca foi contrariado, nunca batalhou realmente por nada. Criado recebendo sempre sim, nunca soube o que é ouvir um NÃO e por isso reage mal e leva para o lado pessoal sempre que tem algo negado ou que tem de se esforçar para conseguir. O condicionamento mental do mimado diz que tudo pode, tudo tem direito, pois é tudo é fácil, porém quando lida com o mundo real parece que o choque é um verdadeiro tapa na cara já que está habituado ao pensamento infantil de achar que pode fazer tudo que quiser e de qualquer jeito sem consequências. Desde criança, recebe excessivamente o sim como resposta. Sai com a mamãe e a obriga a comprar brinquedos ou faz birra e a mãe prontamente cede à pressão. Na adolescência segue o mesmo padrão, mas agora adota a chantagem emocional. Na vida adulta segue com os mesmíssimos comportamentos infantis.  Acha que tudo pode do jeito e na hora que quiser, reage mal sempre que contrariado. Conhecido popularmente como “moleque de prédio, menininho do condomínio, ou ainda, como menino da mamãe”.  A verdade é que foram criados de forma indômita e completamente ausente de disciplina por pais displicentes, sendo que em grande maioria, o estrago é promovido pela mãe que cede a todas as vontades tolas e infantis do filho. Você acha que o comportamento de birra, chantagens emocionais e atitudes inconsequentes são apropriados ao homem de verdade? Como dizem por aí, a vida ensina e suas lições são árduas. O individuo mimado costuma cair na REAL diante das mais variadas e simples situações: às vezes um simples "não" já provoca uma verdadeira depressão. Além disso, o mimado não quer assumir responsabilidades e adora viver na mansidão já que esforço e dedicação são palavras ausentes de seu dicionário de ações.

Por mais simples que possa parecer o assunto, tais elementos não influenciam apenas aos próprios homens, mas impactam todos que os cercam. Esses traços influenciam e determinam as diversas esferas dos homens, seja relações sociais, profissionais ou amorosas. 

Recomendo a leitura do texto: Como ser o Macho Alpha.

Como se tornar um homem impressionante


"O exemplo é a escola da humanidade e só nela os homens poderão aprender."
–Edmund Burke

Muito mais frequentemente do que qualquer um de nós gostaria de admitir, nossas atitudes são movidas por um desejo interior de impressionar. Este desejo muitas vezes se reflete nas marca de produtos que usamos, os locais que frequentamos, festas e mesmo nas escolhas profissionais.

Mas será que isso é algo significativo? E se considerarmos que alguns que atuam numa posição de poder, consomem produtos incríveis e frequentam lugares legais, mas que mesmo assim não se sentem bem consigo porque sentem que lhes falto algo? Inegavelmente algumas destas coisas podem capturar nossa atenção por um minuto ou dois, mas não por muito tempo.

Por quê? Porque bens tangíveis não são tão impressionantes como virtudes.

Considere as seguintes perguntas:

• Ele dirige um carrão, mas ele realmente pode pagar a prestação do carro?

• Ele tem um ótimo emprego, mas realmente faz o que gosta ou está apenas pelo dinheiro?

• Ele subiu na vida, mas quais atitudes foram tomadas para que ocorresse esta ascensão?

Você começa a perceber que nem tudo é o que parece. Acontece que hoje as aparências parecem ter adquirido valor superior ao conteúdo e às virtudes.

A honra e a probidade sempre foram consideradas virtudes marcantes do homem. Aquilo que é indestrutível e perdura mesmo após a sua morte. Podem roubar-lhe, tirar-lhe tudo, mas jamais os atos bons e a honra que norteou sua jornada. “Você precisa conquistar aquilo que o dinheiro não compra. Caso contrário, será um miserável, ainda que seja um milionário”, é o que afirma Augusto Cury.

Abaixo descrevo alguns elementos que poucos homens possuem atualmente. Se você os emular, eles não vão apenas impressionar os outros, eles vão transformá-lo ao longo do processo de se tornar uma pessoa melhor.

Como ser autêntico... Ou ainda, como impressionar sendo você mesmo


Seja autêntico. Seja verdadeiro consigo mesmo. Judy Garland sintetizou na seguinte máxima: “Seja sempre uma versão original de si mesmo, e não uma versão copiada de outra pessoa."  Significa então que você deve ser você de uma maneira que apenas você pode ser. Parece complexo né? Mas não é. É preciso compreender que você jamais poderá ser outra pessoa, mas mais do que isso, você não poderá VIVER uma vida significativa enquanto se manter preso na ideia de que precisa agir dentro da sombra de outro, ou ainda, imitar outro para ser tão bom ou feliz quanto ele é. Como diz o ditado popular, "os únicos sapatos que encaixam nos seus pés são os seus". Portanto, se você não está sendo realmente você mesmo, então não está realmente vivendo, mas apenas existindo.  Já parou pra dar um tapa na cara na própria cara através dessa pergunta: “Se eu não gosto de mim mesmo a ponto de por isso necessito personificar-me como outro, então quem irá gostar de mim?” – Essa pergunta deveria surgir sempre que você desiste de si em função de ser outro que você não é e jamais será.

Ocorre que a maioria de dos caras recebe um condicionamento ao longo de sua vida, seja por via da educação ou por via de imputação de crenças no recinto familiar, que anula e destrói a autenticidade. Daí porque de tantos homens serem tão vazios e tornarem-se vermes insignificantemente e fracos. Tornar-se autêntico hoje em dia não é tarefa fácil. Exige uma coragem agonística que poucos dispõem ou cultivam. Em outras palavras, é mais fácil falar sobre do que fazer. Segundo, Nathaniel Branden, que é Ph.D. em Psicologia, “as mentiras mais devastadoras para a nossa auto-estima não são as que contamos, mas as que vivemos”. Ou seja, quando nossa realidade é deturbada acabamos por viver uma ilusão que construímos para nos sentirmos melhores ante ao próprio vazio ontológico. Você fica feliz quando descobre que alguém gosta de você? Você pensa muito sobre como as pessoas te veem? Obviamente que sim, mas ocorre que muitas vezes o comportamento acaba sendo modelado para agradar ou se “encaixar” a alguém ou em algum grupo e contexto social.

Somos sociais, isto significa dizer que influenciamos e somos influenciados inconscientemente e ininterruptamente uns pelos outros. É uma maneira incorporação e aprendizagem por meio das experiências e contatos diversos. Estamos “colhendo” traços e até valores uns dos outros e, por fim, edificamos um “personagem” que apresentamos ao mundo e denominamos de “EU”, simplificando, personagem e pessoa vêm de persona, que a psicologia conceitua como uma face social que o indivíduo projeta, ou seja, como uma máscara. Alguma familiaridade com você? Já parou pra pensar se o que você considera "você", na realidade não é algo emulado para agradar alguém ou se encaixar? E se, você abandonasse um pouco o personagem que engendrou e se tornasse autêntico? Será que o seu eu verdadeiro não é melhor do que sua interpretação copiada? Você acha que não interpreta e que já é autêntico? Pare um pouco, observe as pessoas com quem você tem contato diário, descobrirá que elas se comportam de uma maneira com você e de outra completamente diferente na frente de outras pessoas. Ou seja, se trata de pessoas diferentes das que você diz conhecer.  O mesmo não se aplica a você? 

Não busque jamais tentar agradar a todos, pois é uma armadilha e uma ilusão. Você nunca será uma unanimidade, repito, você nunca será uma unanimidade.  Se você quer ser um homem autêntico e impressionante, pare de tentar impressionar. A necessidade de aprovação ou validação social tem origens na insegurança e déficit de atenção. Manifesta-se como um círculo vicioso no qual o impulsionará a buscar cada vez mais e em maiores escalas. Homens impressionantes impressionam por serem autênticos. Gostam de ser eles mesmos e se agradarem alguém, ótimo. Se não, Foda-se. O Homem autêntico tem enorme sucesso social e amoroso porque seus feitos são uma celebração de si mesmo. 

Faça outras pessoas se sentirem bem

Faça outras pessoas se sentirem bem

Não confunda o ato de fazer as pessoas se sentirem bem com a busca estúpida de agradar. As pessoas dificilmente lembrarão daquilo que você fez, mas jamais esquecerão como você as fez sentir. 

Todo mundo, sem exceção, quer se sentir diferente e importante. Quer ser lembrado? Estimule as pessoas a buscarem pela excelência. Todo mundo se sente importante quando alguém estimula a buscar seus sonhos e atingir seus objetivos, em suma, tornar-se melhor. Pratique a escuta ativa e não perca o foco quando estiver ouvindo outras pessoas falar, pois as pessoas sentem-se importantes e reconhecidas quando recebem a atenção desejada. Sintetizando, demonstre real interesse em ouvir e saber aquilo que desejam compartilhar com você, pois você se diferenciará dos tantos homens que são incapazes de ouvir. Para comprovar o que estou dizendo, basta escutar as reclamações das mulheres descontentes com seus ex-parceiros imbecis que não as escutavam e por isso foram trocados por outro.

Como cultivar a honra em sua conduta

Como cultivar a honra em sua conduta

O que é exatamente a honra? Achamos que sabemos o que é, mas muitas vezes, quando questionamos, a maioria dos homens tem algum grau de dificuldade de responder. Se você tiver sorte ao perguntar, então provavelmente ouvirá que significa lealdade e comprometimento com um conjunto de ideias ou ainda a simples e pura integridade.

Honor = integridade é o ponto para o qual a definição de honra evoluiu e se desenvolveu e é o que isso significa larga escala. Na verdade, sempre busquei conceituar amplamente. Esclareço de imediato que não abordarei profundamente o assunto, pois isso demandaria um texto específico o qual tenho intenção de escrever e publicar num futuro próximo. 

Para resumir no mínimo possível, a honra pode ser caracterizada em duas esferas de diferentes impactos: Honra Vertical que corresponde à glória, estima e admiração. E a Honra Horizontal que corresponde ao respeito. As formas de honra são expressas por meio de diversas mentalidades e comportamentos.

Expressas em um comprometimento sólido com seus valores e crenças. São elementos que ressoam em atitudes que preenchem de significado uma vida que está alinhada aos propósitos escolhidos. Isto inclui participação ativa naquilo que se acredita. Alguns participam ativamente na política local, outros buscam religião e alguns preferem lutar por ideias que acreditam. E também há aqueles que encontram isso em sua profissão. Em cada caso há um resultado psicológico que tem origem na consistência e resultados na conduta diária. Mais do que envolvimento, comprometimento sólido como já disse. Este tipo de engajamento traz felicidade e significado pra vida. É difícil não se impressionar diante de um homem que é apaixonado e comprometido com que acredita. Além disso, é capaz de se comprometer com alguém de forma limpa e sem enveredar aos jogos, atalhos e apelações infantis.

Torne-se Autossuficiente 

Torne-se Autossuficiente

Além disso, procure ser autossuficiente, pois a liberdade é o maior presente. A autossuficiente é um presente grandioso que você dá a si mesmo e aos que te cercam. Significa não se tornar um “peso” na vida de ninguém, pois geralmente todos detestam (embora não admitam) dependentes que buscam constantemente outros para fazer qualquer coisa. Ser autossuficiente é deixar as pessoas livres e ser livre de amarras sejam elas sociais ou afetivas. Inspirar as pessoas a agirem e se libertarem também. As pessoas se sentem nas nuvens quando estão na presença de quem as faz sentir livres... Como se pudessem fazer qualquer coisa. A autossuficiência sempre foi uma característica encontrada nos grandes líderes e demais homens destacados.

Use o poder do foco

Use o poder do foco

Seja positivo e se concentre no que é certo para você. Tudo o que acontece nessa vida não é nem bom nem ruim. É uma questão de perspectiva e foco. E não importa como as coisas terminam, pois sempre terminam do jeito que deveriam. Para de internalizar que tudo deu errado sempre, pois isso condiciona negativamente o pensamento pra impedir novas tentativas. No final, ou você tem sucesso nas suas empreitadas ou você aprende alguma coisa. Os resultados indesejados não são fracassos nunca, mas sim feedbacks. Portanto, largue essa crença negativa sobre os resultados de suas ações. Aprecie os bons resultados (esperados), mas aprenda com o resto. O importante é manter-se positivo em relação à forma como interpreta todas as ações e resultados. Isso é válido também no âmbito dos relacionamentos amorosos, se sua relação chegou ao fim... Evite o ato infantil de colocar a culpa na mulher, pois algumas vezes ela é culpada, mas em outras pode muito bem ter sido você. É preciso ser homem o suficiente para assumir os próprios erros e aprender com eles. Esse é um meio simplesmente fantástico para o verdadeiro crescimento pessoal. Tornar-se um homem impressionante é um caminho árduo, pois às vezes, ou melhor, na maioria das vezes, é preciso travar batalhas contra si mesmo e romper com mentalidades que te impedem de crescer verdadeiramente. Como repetidamente diz Anthony Robbins: “Seu foco determina sua realidade”.

Como ser um homem decidido 


Aqui e agora, no século 21, onde a informação se move à velocidade da luz e oportunidades para a inovação e mudança parecem intermináveis, temos um leque de opções quando se trata de projetar nossas vidas e carreiras. Mas, infelizmente, uma abundância de escolha, muitas vezes leva a complicações, confusão, hesitação e, por conseguinte, inação.

Procure descomplicar sua vida. Não busque tudo ao mesmo tempo. Apenas os homens fracos e indecisos querem coisas fáceis e rapidamente. Busque ao invés disso, atingir seus objetivos por meio de etapas. Faça uma escolha e permaneça nela, mas não se prenda. Em algum momento surgirá à oportunidade para alternar. O que você jamais deve fazer é polarizar. Nem deve ser um indeciso quanto às suas escolhas tentando tudo ao mesmo tempo e ocasionando inação, assim como também não deve se prender a uma escolha, e se ela não for correta ou se mostrar insatisfatória, permanecer estagnado nela.  Não vacile, seja homem o bastante para simplificar a sua vida. O mesmo vale para a esfera das relações. Se você quer um relacionamento sério, então pare de sacanear por aí, afinal tudo começa e termina em você. Não demande uma mulher séria se você não é um homem sério. Um homem de verdade jamais exige da mulher aquilo que ele mesmo não prática e vive. Ser um homem decidido impressiona profundamente tanto homens quanto mulheres, por outro lado, ser um vacilão hesitante é brochante e vergonhoso. 

Treine seu cérebro para tornar-se um homem decidido. O ato de tomar decisões assertivas pode se tornar um hábito. Decida ser decidido. Sempre que estiver perdido em pensamentos e agrilhoado às dúvidas, lembre-se de decidir rapidamente, pois quanto mais se pensa, menos se faz. Você é um homem e como tal deve ser capaz de decidir rapidamente, principalmente tratando-se de assuntos importantes em sua vida. Não seja igual aos moleques que se dizem homens e tremem na base na hora de fazer uma escolha. É comum ouvi-los dizer, semelhantemente ao que dizem as mulheres, na hora de tomar uma decisão importante: “Vou pensar... zzzz”. Lembre-se do que o Wlisses Freitas escreveu... “Quem muito pensa, pouco faz”. Se tiver de decidir, decida sem medo de errar, pois no final, mesmo errando você aprende alguma coisa. Não há perdas, apenas ganhos.  

Quer mais sobre assunto?

O que realmente distingue homens e moleques, dentre tantos fatores, é a capacidade de tomar decisões... De Agir!

“O crescimento ocorre quando aquilo que você sabe muda a forma como você vive.”
–Wlisses Freitas

Alguns homens pensam que estão diferentes após ler um livro, fazer um novo curso, participar de um workshop ou obter um novo grau de acadêmico. Porém, a obtenção de conhecimento não significa necessariamente que você está crescendo. O crescimento ocorre quando aquilo que você sabe muda a forma como você vive. Tendo isso em mente, fica fácil compreender que muitos caras vivem imersos em transe completo. Na verdade, não estão “vivendo”, pois como eles mesmos dizem, “estão apenas de passagem” (lembro-me de ouvir isso de um amigo e depois comparar com o personagem Carl Allen interpretado por Jim Carrey no fantástico filme Sim Senhor de 2008).

O caminho para se tornar um homem impressionante não é tão simples, nem todos conseguem, mas com toda certeza vale à pena. Coisas grandiosas podem ser atingidas ao escolher tornar-se melhor. Todas as características aqui descritas baseiam-se no verdadeiro e único caminho no qual apenas você conhece. Finalizo com a frase de Maquiavel: “Uma mudança sempre deixa o caminho aberto para outras.” 

Deixe seu comentário!




0 comentários:

Postar um comentário