Nicole Bahls, Gerald Thomas e o Machismo

Gerald Thomas provou o que é o Machismo ao protagonizar uma situação inadmissível, repudiável e inacreditável: ele meteu a mão por baixo do vestido de Nicole Bahls.



No Facebook, há uma página que eu considero excelente: O Machismo Nosso de Cada Dia. Sempre leio suas postagens, as quais são de temas atuais que me gritam: ainda não estamos no século XXI! O Machismo está aqui, ali, acolá! Está em todo lugar!

Quem acha que o Machismo é coisa da época de nossos avós, está completamente enganado. Ele está em nossa sociedade: seja no mundo árabe onde um homem pode ter várias mulheres e se uma mulher tiver mais de um homem, é morta apedrejada; seja nas piadinhas do nosso cotidianos, como "vai pilotar um fogão!", "lugar de mulher é na cozinha", "mulher não sabe dirigir" etc.

Embora as mulheres tenham conquistado cada vez mais espaço, ocupando cargos que eram monopolizados pelos homens, elas ainda sofrem com o preconceito, o qual é alimentado desde a infância inconscientemente pelas famílias. Se nós falássemos a nossas crianças que meninos também lavam, passam e cozinham e que meninas podem sim jogar futebol, com certeza, teríamos uma sociedade em que todos saberiam se respeitar mais. Consequentemente, o Machismo seria menor.

Quando Gerald Thomas enfiou a mão dentro do vestido da Nicole Bahls, ele agrediu todas as mulheres. Ele disse que pode invadir o corpo feminino independente do consentimento da mulher. Muitos dirão: "ela é uma mulher vulgar, que só usa roupas curtas, provocantes... Tá querendo o quê além disso?" Será que se uma mulher coloca um vestido mais curto ou um decote, é motivo o suficiente para eu meter a mão nela? Será? Será que se uma mulher é prostituta, ela tem de ser estuprada e não tem o direito de reclamar depois? Será?

Na triste cena, ninguém do Pânico interrompeu a gravação para fazer Gerald parar, assim como ninguém que estava presente esboçou qualquer reação. É lamentável ver pessoas olhando uma cena daquelas e não fazendo absolutamente nada. Aonde chegamos: violentamos nossas mulheres e não nos damos conta do que fazemos!

Nicole, nitidamente incomodada, ri para disfarçar a situação que ela jamais pensaria um dia passar. Ela ri por isso e não porque está gostando ou dando o aval para aquele troglodita prosseguir. Infelizmente, ela não se deu conta, ou não quer, de que foi violentada, desrespeitada, e que precisa tomar providências urgentes, caso contrário sofrerá mais situações assim.

Gerald é um asqueroso debochado, que acha que não fez nada de errado. Em entrevista ao Globo Online, disse: "O programa se chama P'ânico' ! E eles vêm com tudo! Mas são gente finíssima. Depois das brincadeiras, câmeras e luzes apagadas, nós nos damos as mãos (tanto em SP quanto aqui no Rio) e rimos de tudo, nos damos abraços e falamos 'valeu, foi ótimo!' Um dia depois, a imprensa ESCROTA (mas é o trabalho dela), explora somente o lado sensacionalista da coisa: “GERALD THOMAS ESTUPRA NICOLE BAHLS!!” E, por fim, falou: "A mulher não é um objeto. Mas não deveria se apresentar como tal".

 Veja como Gerald lida com a situação e preste atenção nos seus dois últimos comentários:



Veja as fotos do desprezível ato de Gerald:






Sinto-me enojado com tudo isso! Recuso-me a entrar na internet e ver outro caso como esse! Mulher, em primeiro lugar, saiba se respeitar, se valorizar; não deixe que um babaca use seu corpo, como se você não tivesse direito algum sobre ele. Não deixe! Homem, antes de desrespeitar uma mulher, pense que alguém pode fazer o mesmo com sua avó, irmã, mãe, filha e mulher.

Deixe seu comentário!
Abraço!

0 comentários:

Postar um comentário