7 Maneiras de melhorar seu relacionamento

Você sente que seu relacionamento não é mais o que costumava ser. O que fazer agora? Para ajudar você a reviver o seu relacionamento estou publicando informações valiosas os sete mais poderosos meios, comprovados para melhorar praticamente qualquer relacionamento.



Essas dicas também podem ser utilizadas como ingredientes para criar uma boa relação, se você gostar de tudo que o ler, você pode usar esta lista como uma ferramenta de diagnóstico para se certificar de que você está realmente cultivando um bom relacionamento.


Solidificar a sua amizade

Quão satisfeito você se sente em seu relacionamento tem a ver com como você se sente conectado com pessoa que você está. A pesquisa sugere que a nossa capacidade de se conectar com outras pessoas (o nosso estilo de apego) é influenciada por nossas experiências de infância. De acordo com o Prior e Glasser [2006], 65% das crianças podem ser classificadas como tendo um estilo de apego seguro, o restante 35% têm um estilo de apego inseguro.

Como um adulto, um estilo de apego inseguro está associado a uma série de problemas de relacionamento, como o ciúme, a obsessão e altos e baixos emocionais. A boa notícia é que, independentemente do seu padrão atual, você pode tornar-se mais firmemente conectado a pessoa que esta com você, através do desenvolvimento de uma amizade mais profunda. Para isso, gradativamente passar mais tempo com ela fazendo algo que você gosta. Além disso, pergunte regularmente sobre gostos dela(e), novos interesses, pois as pessoas mudam com o tempo.
  

Apreciar um ao outro

Lembre-se de quando você começou a namorar, como você costumava ir mais longe pra impressioná-la? Bem, um dos segredos para um relacionamento longo e gratificante é continuar a apreciar ativamente a pessoa que você está. Você não necessariamente tem que fazer coisas absurdas, mas os pequenos gestos e esforços regulares para mostrar que você valoriza, acredite isso vai fazer maravilhas e melhorar o seu relacionamento.

Se você não tem certeza por onde começar, um bom lugar é por distribuindo elogios diariamente, mas importante é ser sincero. A única regra é ter certeza de que você realmente sente o que diz.

Concentre-se no presente para garantir o seu futuro

Curiosamente, a capacidade de seu relacionamento para enfrentar tempos difíceis tem muito a ver com a sua disponibilidade mútua no aqui e agora. Infelizmente, ao longo do tempo, por uma variedade de razões, muitos casais se mantém afastados, o que significa que, quando uma dificuldade surgir de repente, a sua relação não sobrevive. Para construir uma relação sólida, comece por reconhecer, em vez de ignorar os momentos comuns em seu relacionamento. Se sua parceira quer compartilhar algo que ela está lendo na net, por exemplo, tomar um minuto para ouvir. Pode soar estranho, mas se você acumular o suficiente das pequenas coisas, quando você realmente precisa da sua parceira, você vai descobrir que ela está lá para você.

Não distorça

Os pesquisadores sabem há muito tempo que os casais infelizes focam os aspectos negativos em seus relacionamentos. Um estudo realizado Robinson e Price [1980] revelou que os casais infelizes subestimam o prazer em seus relacionamentos. Além disso, Fincham, Beach e Baucom [1987] descobriram que os indivíduos que tem dificuldades em relacionamento são os mais propensos a atribuir intenções negativas para o comportamento da parceira.

Se você ficar preso nesta rotina de pensamento distorcido, a próxima vez que você tiver um pensamento negativo sobre algo que sua parceira fez, tente chegar a uma explicação mais neutra para tais ações. Outra estratégia é considerar se você se julgaria tão duramente se a situação fosse inversa. Finalmente, lembre-se a cada segundo todos os bons momentos que passaram juntos.

Compartilhe o poder

Quando um homem não está disposto a dividir o poder com sua parceira, a pesquisa de John Gottman indica que há 81% de chance de que seu relacionamento vai se auto-destruir. Seguir uma estratégia de machão mandão não vai dar certo no seu relacionamento porque sua namorada vai acabar sentindo como se as opiniões dela não valessem para nada e que você não se importa com ela. Para ajudar a salvar o seu relacionamento, desenvolva uma atitude mais tolerante para certos assuntos.

Encontre objetivos comuns

Um estudo realizado por um site de namoro do Reino Unido descobriu que 13% dos casais relataram ter os mesmos objetivos. Esta situação um taxa de sucesso altíssima, pois a pesquisa mostrou que os casais que partilham sonhos e objetivos têm relacionamentos mais duradouros, sendo até mesmo mais satisfatório. Se você se sentir como se você estivesse fora de sincronia recentemente no seu relacionamento, talvez seja hora de falar sobre sua filosofia de vida juntos. O objetivo é que você possa compartilhar o que você quer que sua vida seja, onde você quer acabar e o que essas coisas significam para você. Procure tudo o que há em comum entre vocês dois e fale sobre formas de trabalhar nessa aspiração em conjunto.

Entender a raiva

Enquanto explosões de raiva são comuns até mesmo em relacionamentos saudáveis​​, quando a raiva se torna uma coisa cotidiana na vida do casal, você deve procurar entender sua causa antes que seja tarde. Sue Johnson, mestre e terapeuta pioneira da terapia focada na emoção, um tratamento empírico comprovado para relacionamentos em dificuldades, refere-se à raiva como uma emoção secundária. Sua teoria defende que outras emoções (primárias), como a tristeza ou o medo de abandono pode ser a causa da raiva.


Após ler isso você estará lúcido e capacitado para procurar entender as causas ocultas que fazem com que haja discussões no relacionamento, procure olhar para o que permanece implícito na argumentação, pois somente assim poderá determinar a raiz do problema. Não tente ignorar a raiva, ao invés disso procure entrar em sintonia com a pessoa para poder realmente entender o que ela está tentando dizer. Isso vai ajudar você a ver que ambos têm necessidades no relacionamento. Por exemplo, uma discussão por você ter saído para algum lugar, pode muito bem significar "eu sinto sua falta e quero passar mais tempo com você."


Aproveite e leia outros textos na coluna de relacionamentos.


Esse conteúdo foi desenvolvimento com base no material do Psychology Today.

Gostou? Então deixe seu comentário!


0 comentários:

Postar um comentário