Porque barba faz bem aos homens

Muitas mulheres não gostam de arranhar seus rostos nos pelos duros das barbas de seus parceiros. Mas, se você quer o melhor para seu companheiro, pense duas vezes antes de pedir que ele tire a barba. De acordo com novas pesquisas, barbas e bigodes podem ser benéficos para a saúde do homem.

Esse é um campo de pensamento novo na ciência. No entanto, não custa se informar das possíveis vantagens da barba, especialmente se você é adepto a ela:

Proteção contra o sol
Segundo um estudo recente da Universidade de Southern Queensland (Austrália), um rosto com barba oferece proteção significativa contra os danos do sol e câncer de pele. Os pesquisadores descobriram que as partes do rosto cobertas por barbas e bigodes, em média, têm um terço a menos de exposição aos raios UV prejudiciais.

O estudo foi conduzido no sol do deserto australiano com manequins com e sem barba (barbas de 3,8 e 8,8 centímetros). Os pesquisadores utilizaram técnicas de dosimetria, que medem a quantidade de raios ou radiação absorvida em um determinado momento. Os resultados mostraram que as barbas pareciam oferecer 90 a 95% de proteção contra o sol, dependendo do comprimento do pelo.

Geralmente, os cabelos e pelos oferecem boa proteção contra o sol. É por isso que as mulheres têm muito menos danos solares se o seu cabelo cobre a parte de trás do seu pescoço e os lados de seus rostos.
A espessura do pelo também conta. Uma teoria é que de pelos grossos e encaracolados na barba “quebram” os raios do sol. A luz viaja em linha reta, mas quando bate no cabelo encaracolado, quebra-se, de modo que dificilmente atingem a pele por baixo.

Homens com barbas longas podem acrescentar a proteção em superfícies abaixo da face, como queixo e pescoço. Ainda assim, homens com pelos faciais devem usar um protetor solar, que não seja muito gorduroso, porque muitas barbas não são densas o suficiente para proteger bem a pele.

Alívio contra asma
Homens que têm asma desencadeada por pólen e poeira deveriam crescer pelos faciais, mais especificamente, um grande bigode, porque isso pode ajudar a reduzir os sintomas da condição.
Bigodes que atingem a área nasal podem parar ou impedir que alérgenos entrem no nariz e sejam inalados pelos pulmões, de acordo com a especialista médica em pelo Carol Walker, do Birmingham Trichology Centre (Inglaterra).

Já o britânico Dr. Rob Hicks acha que apenas o pólen, que é pegajoso, poderia ficar preso desta forma, impedido de entrar nas vias aéreas. “As partículas de poeira são microscópicas”, diz.
E, mesmo que bigodes sejam uma boa armadilha para a poeira, possuem um lado negativo: podem acumulá-la e qualquer gesto mais enérgico pode enviá-la para o nariz.
“Em teoria, um bigode pode impedir que gatilhos da asma entrem nas vias aéreas, mas teriam que ser coisas grandes”, conclui o Dr. Felix Chua, médico respiratório da London Clinic, Harley Street (Londres, Inglaterra).

Desaceleração do envelhecimento
O pelo facial pode ajudar a manter a pele jovem e em boas condições. Isso porque ele impede que a água deixe a pele, mantendo-a hidratada e protegendo-a do vento, que a resseca e perturba sua barreira protetora, de acordo com o dermatologista Dr. Nick Lowe.

“Além disso, se você passar hidratante, a barba ou o bigode vão ajudá-lo a ficar muito mais tempo na pele do que em um rosto exposto ou raspado”, explica.

A simples presença de folículos pilosos na face também ajuda, assim como as glândulas sebáceas da pele que revestem o pelo em óleos protetores. Em qualquer lugar que folículos capilares e glândulas de óleo estejam presentes, incluindo queixo, face e laterais do rosto, a pele fica mais grossa (e os homens têm mais folículos pilosos nesta área do que as mulheres).

“Pele mais grossa é mais resistente a danos, mesmo se o homem não tiver uma barba, em comparação com as mulheres, cuja pele tende a ser mais fina e ter menos folículos”, afirma Dr. Lowe.

Ajuda com resfriados e tosses
Barbas espessas que crescem sob o queixo e o pescoço aumentam a temperatura do corpo e podem ajudar a combater um resfriado.

“Pelo é um isolante que mantém o pescoço quente. Barba espessa bloqueia o ar frio e eleva a temperatura do pescoço, se tornando um bônus quando você está resfriado”, explica Carol Walker.
Quando você tem uma dor de garganta, por exemplo, o corpo aumenta sua temperatura (febre) para matar o vírus. Quanto mais quente você se mantém e mais fluidos você toma, melhor equipado fica para combatê-la. “Pelo em torno do queixo e pescoço acrescenta outra camada de proteção”, diz.

No geral, pelos faciais podem atuar como uma barreira física à temperatura fria. E temperatura corporal maior pode ajudar até com a tosse. “Tive pacientes que disseram que se agasalhar e usar algo como um lenço no pescoço diminuiu a tosse. É possível que uma barba também possa fazer isso”, conta o Dr. Felix Chua.

Suaviza a pele
Ter uma barba significa não se cortar nem irritar a pele com uma lâmina de barbear.
“Raspar é geralmente a principal causa de infecções bacterianas na área da barba”, explica o Dr. Martin Wade, dermatologista em Londres (Inglaterra).

Com a barba, os homens também poderiam se livrar de pelos encravados e condições como foliculite (infecção dos folículos pilosos que causa manchas).

 Mas se você decidir ter uma barba…
Seja cuidadoso. Evidências científicas mostram que a barba pode espalhar infecções.
“É por isso que é importante que os homens lavem e escovem bem seu pelo facial regularmente, e garantam que a área não fique ferida com pelos encravados”, explica o Dr. Ron Cutler, microbiologista da Queen Mary, University of London (Inglaterra).

“Os homens precisam lavar e cortar suas barbas e bigodes regularmente, impedindo que restos de comida fiquem presos”, acrescenta Carol Walker. “


O que achou? Deixe seu comentário!

Fonte: DailyMail
Tradução: Hypescience


0 comentários:

Postar um comentário