5 passos que podem ajudar você durante a paquera

Muitos na hora da paquera têm dificuldade: não sabem o que dizer, como agir etc. Nesse sentido, este artigo visa dar dicas para que você conduza bem a paquera.



1° passo: aproximação

Considero este passo o mais difícil pois requer que você tenha criatividade, jogo de cintura e inteligência bem aguçados.

Quando você avistar uma menina e ela lhe interessar, se aproxime de uma forma despretensiosa, ou seja, se aproxime como quem não quer nada; não deixe ela perceber que você quer pegá-la. Estabeleça um diálogo cordial, amigável e divertido. Procure envolvê-la no papo. Não seja invasivo demais: se ela não quiser papo, respeite! Caso você perceba que ela corresponde a conversa, a instigue a falar mais e mais. Como mulheres adoram falar, isso a deixará confortável e você ganhará pontos. 

2° passo: seja atento

Após estar estabelecido o diálogo, preste atenção em tudo o que ela diz. Procure não pensar única e exclusivamente nos atributos corporais de sua amada, pois mulheres têm, além do sexto sentido, o sétimo, que capta esse tipo de situação. Se ela perceber que você está mais interessado em seu corpo, em pegá-la, você perderá os pontos que havia ganho e os que não também. Então, não bobeie: faça perguntas sempre, a questione, já que dessa forma ela perceberá que tem ao seu lado um homem atento às coisas que ela diz e que não está interessado em pegá-la.

3° passo: realize elogios


Após esses passos, faça elogios a sua amada. Mas não os mesmos que 99,99% dos homens fariam! Seja diferente, inusitado! A surpreenda mais uma vez! Caso ela tenha olhos azuis, lindos e chamativos, em nenhum momento fale deles, pois a chance dela receber cantadas e eles serem sempre mencionados, é enorme. Procure um outro detalhe, por exemplo, as mãos, a pele etc. Não procure chamá-la de linda/bonita logo de cara. Prenda esse elogio até o último minuto, uma vez que a fará pensar: "Por que ele não me chama de linda/bonita? Será que tô feia?!" Assim, ela levará pro lado pessoal e fará o possível para ouví-lo de você.

4° passo: contato corporal


Considero esse passo determinante na paquera, pois se ao tentar estabelecer um toque de mãos, por exemplo, e ela recusá-lo, é sinal de que você ainda não ganhou sua amada e precisa trabalhar em algum(ns) ponto(s). Mas, caso ela aceite, boa parte do percurso já estará realizado e o prêmio é uma questão de tempo.

Sugiro que comece sempre com as mãos: procure as dela com as suas. Toque-as, faça carinho, beije, mostre que ela é uma pessoal especial para você. Procure não ir direto ao encontro de seus lábios ou ao de uma outra parte (mãos-bobas nessa hora podem jogar fora um trabalho que poderia ter recebido nota máxima).

5° passo: o cobiçado beijo

Se você chegou até esse passo, é sinal de que soube conduzir muito bem a paquera e está de parabéns! Agora, vai de você envolvê-la, mais uma vez, para que a boca de sua amada venha ao encontro da sua. Não seja insistente, impaciente. Deixe ela beijá-lo quando ela quiser. Respeite o tempo de uma mulher, e ganhará todo o tempo dela para você.

Se sua amada não lhe der o beijo, fique calmo, pegue o telefone dela e marque algo para outro dia. Às vezes, naquela ocasião ela não quis beijá-lo, mas em outra irá, provavelmente. Então, não se desespere!

Observação: ao longo da paquera estabeleça um contato visual, ou seja, olhe nos olhos dela, mas não sempre. Às vezes, desvie um pouco o olhar. Não se esqueça disso: "tudo em excesso, faz mal."

Tomara que esses passos tenham sido úteis e façam com que sua paquera torne-se melhor.

"Paquerar é uma arte, conquistar faz parte."





Abraço!

0 comentários:

Postar um comentário