A evolução do jogo: do Pique-Esconde ao Poker Online

Jogo. A palavra é simples, mas pode dizer várias coisas. Quando a gente é criança, os jogos tem um caráter eminentemente lúdico. Pique-Esconde (ou Esconde-Esconde, dependendo de onde você mora no Brasil), Pega-Pega, Mãe-da-Rua – enfim. A temática geralmente era correr um atrás do outro – e os atos conexos, como se machucar, ralar o joelho, o cotovelo e etc, etc.

Quando a gente fica um pouco mais velho, os jogos ficam um pouco mais complexos. Começam a reinar os jogos que tem uma engine própria, com um sistema de regras mais denso. Quem nunca passou uma noite no Banco Imobiliário? Nossa senhora, aquele jogo não acaba nunca! Se você for seguir todas as regras, com aquelas limitações para construir aquelas casinhas verde e os cobiçados hotéis nas propriedades, o jogo dura pelo menos umas oito horas. Tá, estou exagerando, mas que demora pra caramba, isso demora.

Com o passar dos anos os jogos tornam-se cada vez mais eletrônicos. Na geração atual, entre crianças, jovens, adolescentes e adultos, os vídeo-games são cada vez mais predominantes no entretenimento. E uma forma de vídeo-game também pode ser uma forma de investimento – em entrelinhas, de ganhar dinheiro.

O poker online na www.fulltiltpoker.com/pt/ volta em 2012 como uma alternativa de diversão num mundo cada vez mais corrido e com menos tempo para o lazer. Em vez de se reunir com os amigos (e todos aqueles problemas, como dar desculpa para a namorada, debater/brigar sobre qual cerveja comprar e muitas outras complicações) é muito mais fácil: é só fazer o download do software e jogar de graça com milhares de pessoas ao redor do planeta. Sem complicação, uma das diversões mais fáceis de se ter.
E o melhor de tudo: é ondemand. Onde, quando e como você quiser. A diversão mudou ao longo dos tempos: mas continua a dar aquela sensação de relaxamento que todos nós precisamos. Faça uma pausa: divirta-se.


0 comentários:

Postar um comentário