Buscar a felicidade pode ser estupidez?!

Algumas vezes nós estamos felizes e algumas vezes nós não estamos, mas geralmente é algo que nós todos tentamos alcançar. Melissa Kirk, escrevendo para o Psychology Today, sugere que a busca pela felicidade pode fugir completamente do objetivo principal.

Quando nós buscamos felicidade e alcançamos por um período de tempo, existe uma tendência de olhar para a sua partida como algum tipo de falha. Mas inevitavelmente a felicidade irá desaparecer, seja por um dia, ou um mês, ou até mais tempo. Isto se deve à felicidade não ser a mesma coisa que sucesso, assim como a tristeza não é a mesma coisa que um fracasso. Kirk argumenta que existe um ritmo geral na vida e que, sem ver a importância dos períodos complicados, nós estamos negligenciando o que nós podemos aprender com eles:

Sem as complicações, eu não aprendo nada e paro de me envolver com o funcionamento da minha psique. Isso me fez pensar se a aparente obsessão da nossa cultura com a busca da felicidade foge completamente do objetivo principal. Não que nós não devêssemos procurar equilíbrio, mas felicidade? Por que a felicidade é tão importante? E ela seria de fato sustentável? E se nós estivéssemos felizes o tempo todo, como nós aprenderíamos a navegar nas ondas das nossas emoções, e dançar graciosamente com nossas sombras?

A ideia de que nós precisamos de um equilíbrio entre momentos bons e ruins certamente não é um conceito novo, mas nós não aplicamos a importância desse equilíbrio aos eventos das nossas próprias vidas. Ao invés de ver os momentos “ruins” como algo errado, veja como uma oportunidade para crescer. Torne-os mais fáceis de lidar, já que eles serão inevitáveis, não importa o que você faça. Aproveite a sua felicidade, mas evite torna-la um objetivo. Você só tem controle sobre onde a sua vida irá te levar, então faça bom uso de qualquer que seja a opção que ela te der.

Após realizar leitura desse texto resolvi compartilhá-lo aqui, pois o mesmo segue muito bem uma linha de pensamentos que publiquei anteriormente no artigo: Ligue o Foda-se e seja feliz.

Gostou? Então deixe seu comentário!




0 comentários:

Postar um comentário