Você está preparado(a) para um relacionamento?

Muitos relacionamentos terminam de uma forma muito rápida e usualmente o casal sequer sabe por que isso aconteceu. Às vezes a resposta é bem mais simples do que você imagina.

Tão engraçado como as pessoas conseguem pensar e dizer tantas baboseiras sobre relacionamentos. Há alguns dias atrás ouvi a seguinte afirmação: “Ah, para uma relação dar certo basta que os dois estejam a fim.” – Será mesmo que isso é verdade? Mas se for, então porque mesmo quando ambos querem, ainda sim o relacionamento tem um final precoce?

Uma pesquisa recente revelou que cerca de 49% das pessoas não estão preparadas para assumir um compromisso serio, mas isso não impede que essas pessoas entrem numa relação, mesmo estando despreparadas. Isso mostra apenas que “não basta querer”, para que um relacionamento realmente funcione é necessário estar realmente preparado(a) para se comprometer de variadas formas.

O primeiro passo é realmente querer algo serio, isso é claro como cristal, mas nas linhas seguintes irei aprofundar o assunto citando abaixo alguns elementos que podem realmente ser reveladores, dizendo claramente se você está realmente preparado(a) para iniciar um relacionamento.

• Acreditar e honrar o compromisso
Antes de entrar num relacionamento é preciso acreditar em compromisso, e claro saber honrar isso. Muitas pessoas não conseguem manter seus relacionamentos simplesmente porque perderam a capacidade de acreditar. Maioria acha que hoje em dia não vale à pena, ninguém consegue amar, e alguns homens afirmam que é melhor ser solteiro, e certas mulheres prendem-se no velho clichê: "Todos os homens são iguais e nenhum presta", mas essas mesmas pessoas, uma hora ou outra acabam entrando em relacionamentos, afinal isso é uma conseqüência da vida, mas ao assumir um compromisso, elas mesmas destroem a relação, simplesmente por “manter” algumas de suas crenças sabotantes, e deixando tais idéias influenciar e arruinar tudo.

• Capacidade de aceitar imperfeições
Nós temos consciência de que ninguém é perfeito, sendo assim nós também sabemos bem que não existe uma relação perfeita e mesmo assim muitas vezes não somos capazes de aceitar os defeitos dos outros e problemas que possam surgir no desenvolver da relação. Você tem defeitos e a outra pessoa também, todas as pessoas têm defeitos e cada um faz o melhor que pode toda hora. É preciso ter maturidade e ser sensível a realidade para reconhecer e reconhecer isso, mas a boa noticia é que a partir do momento que você passar a aceitar os defeitos da outra pessoa você será muito mais feliz e conseqüentemente fará a outra pessoa feliz também, pois não estará se iludindo.

• Aprender a confiar
Um relacionamento simplesmente não se mantém sem haver confiança mutua, não estou falando para confiar “cegamente”, mas simplesmente dar credito a outra pessoa, afinal se você não tem razões fortes para desconfiar, então não comece uma discussão inútil que não levará a nada a não ser arruinar o que ainda está sendo construído. Fato é que uma pessoa incapaz de confiar jamais conseguirá manter uma relação saudável com alguém e caso consiga dissimular, será por um curto período de tempo, falando claramente... Até a paranóia se manifestar.

• Estabelecer um novo estilo de vida
Todos que já passaram por um relacionamento serio tem consciência de que ALGUMAS coisas mudam ao entrar numa relação, pois sua vida de solteiro(a) não existe mais, portando com o fim da mesma será necessário fazer mudanças. Tem gente que preza tanto sua vida de solteiro(a) que só de imaginar deixar para trás certas coisas, já sentem instantaneamente aversão a simples idéia de compromisso. Tais pessoas simplesmente não conseguem de maneira alguma MANTER um relacionamento pela sua incapacidade de adaptar-se ao novo estilo de vida.

Poderia ter citado mais coisas, porém acredito que já deu para você entender. Não cabe a mim dizer se você está pronto(a) ou não para um relacionamento, estou aqui apenas para torná-lo(a) ciente disso, é uma responsabilidade sua refletir e obter a resposta para essa pergunta.


Abraço.

0 comentários:

Postar um comentário