Perguntas e respostas consultório amoroso #3

Hoje a terceira postagem com as perguntas e respostas do nosso consultório amoroso. Trazendo esclarecimento direto sobre muitas dúvidas que as pessoas têm a respeito de sedução e relacionamentos.

Na última semana 37 e-mails foram respondidos diretamente e os outros colocados em fila para serem respondidos na medida do possível, então aguardem que logo terão suas respostas. Confira as respostas de hoje e se nenhuma for a sua, em breve estarei respondendo.


» E-mail 01
"Doutores,Gostaria que vocês me ajudassem na seguinte questão, tem uma garota na minha academia que eu estou muito afim dela, porem sou timido demais para chegar até ela e puxar assunto e ainda mais desse tipo, as vezes que falo com ela é sempre a mesma que vem ate mim para conversar, mas sempre conversas rapidas mesmo, Me ajudem a como chegar nessa garota, pois estou completamente apaixonado por ela e por isso tenho medo de fazer algo errado e jogar todas a minhas chances no lixo." - Andre Nascimento

»Resposta 01
Olá amigão, tudo bem? Cara é se você já tem contato, então não há motivos para ter receio em conversar com ela. Quanto às dicas eu gostaria de dizer primeiramente que você deve evitar agir em cima desse sentimento que afirma sentir por ela. As suas ações não devem ser motivadas por uma pseudo-paixão,  pois ao proceder com base nisso você perderá o controle sobre si mesmo e agirá de forma pedinte e bajulativa e isso já destruirá qualquer chance que você tenha. Procure pensar e agir com mentalidade de abundância ao invés de escassez, mais claramente falando... Pensar e agir como se você tivesse 10 mulheres loucas para fazer sexo com você na hora que desejar, procedendo assim você eleva consideravelmente suas chances de conquista-lá, pois você não irá demonstrar que está disposto a tudo por ela. Você a deseja e deve demonstrar isso, mas você deve ter em mente que você a quer, mas NÃO PRECISA DELA. O que falar? Isso é muito relativo, pois o que realmente importa é a sua atitude e mentalidade, a forma ao qual você lida com ela e com o mundo, isso é o que irá atraí-la e não “palavras mágicas”, todavia em breve estarei publicando um artigo especialmente focalizado nessa área, como manter uma conversa interessante e consistente com uma mulher, mas enquanto isso eu recomendo que leia nossa coluna de sedução e encontrar varias dicas que podem e vão te ajudar muito.


Agradeço sua visita ao blog, grande abraço.


 ......................................................................................................................................................

 » E-mail 02
"Estive olhando seu blog, e achei muito interessante, e acho que posso buscar a solução para meu problema. Namorei por dois anos e meio uma pessoa MUITO ESPECIAL, mas nos últimos 04 meses a coisa acabou caindo, e entramos na rotina. Como ambos eram orgulhosos, e não queriam dar o braço a torcer, dei a infeliz ideia de darmos um tempo, pensando que em poucos dias um sentiria a saudade do outro, e voltaríamos correndo. Mas não foi isso que aconteceu. Dois meses após o tempo proposto, corri atrás dela, para conversarmos, e dizia que estava muito afim de voltar. Mas deu para perceber que ela não queria. Ela foi empurrando essa conversa para mais de um mês, até que sentamos, conversamos, e ela disse que não teria volta. Perguntei se ela me amava. Apenas se limitou a dizer que gostava de mim. Nesse meio tempo, mandei, e mando as vezes ainda, mensagens a ela de amor, carinho, textos relembrando nosso passado (que foi bom, sempre nos respeitamos e nunca traí ela), cartões com buque de flor, etc. As vezes leio coisas de deixar a coisa acontecer, mas essa distância já dura mais de três meses, e não consigo ver nela nenhum arrependimento. Gostaria de saber se estou fazendo a coisa certa, e se não, como devo proceder. Ah, e tenho muita esperança que um dia a coisa mude.  Muito obrigado, e aguardo seu retorno." Anônimo.


»Resposta 02
Olá amigo, tudo bem?  Agradeço sua visita e voto de confiança em nosso trabalho.
É fato constatado que todos os relacionamentos têm uma tendência natural a cair na rotina, pois com o passar do tempo o casal vai deixando de “tentar impressionar”, tanto você quanto ela começam a acreditar que já não é mais necessário impressionar ou surpreender um ao outro e isso é uma crença destrutiva, pois para o relacionamento durar, ele precisa ser renovado dia após dia, e quando você, ela, ou ambos negligenciam esse fato a relação perde o brilho e as coisas vão ficando previsíveis e todos sabemos que quando a coisa se torna previsível fica chata e quando chega a esse ponto é difícil reverter. Grande parte das pessoas quando chegam a tal situação, apenas enxergam duas opções: Terminar ou dar um tempo, que apesar de serem diferentes, acabam por ter o mesmo significado, pois quando você quer “dar um tempo” significa que não quer mais estar com aquela pessoa, não sente mais nada por ela ou pior, sente-se mal estando com ela e por isso quer se afastar. Enfim, por mais breve que seja um relacionamento sempre haverá conexão emocional entre vocês, mais claramente falando: Ela confia em você, senti-se confortável e segura contigo, porém ela resolveu não mais ficar com você, mas por quê? Simplesmente por que ela não sente mais atração por você, ela pode ter outros sentimentos, porém não possui mais desejo. Então a solução é atraí-la novamente. Não tente convencê-la, não fique ligando, mandando sms, não tente presentinhos e não tente persuadi-la usando argumentos, pois não irá funcionar. As mulheres são emocionais e nos homens somos lógicos, por essa razão você não poderá convencê-la apelando através argumentos racionais. “Cerca de 90% das decisões que uma mulher toma é baseado em suas emoções, como ela se sente naquele determinado instante.” Sendo assim, mude o estado emocional dela e naturalmente sua decisão também mudará.

Recomendo que leia: Aprenda a como reconquistar alguém e também os textos sobre atração localizados em nossa coluna de sedução.

Abraço.



Faça como os nossos leitores acima e mande suas dúvidas para nosso consultório amoroso.




0 comentários:

Postar um comentário