5 Tipos de discriminação mais comuns

 A sociedade está lutando contra racismo, homofobia e etc. Pelo menos há sensibilização do público para essas questões. Mas outras formas de discriminação ocorrem todos os dias e são reconhecidas apenas pelas vítimas.

Enquanto nos vangloriamos de ter nossa mente aberta sobre certas coisas, poderíamos ainda estar abrigando inconscientemente preconceitos contra amigos e vizinhos? Como? Com formas sutis de discriminação. Conheça os 5 tipos de discriminação mais comuns:


01 • Altura
 Quase todas as pessoas baixas já foram ou ainda vão ser vitimas de discriminação por conta disso. A Universidade de Pittsburgh fez uma pesquisa que mostra que os homens mais baixos tem até mesmo chances menores quando concorrem por uma vaga de trabalho contra homens altos;



02 • Gordura
 A obesidade é um problema de saúde muito sério, e as pessoas que sofrem com isso têm necessidade de alcançar um peso saudável e manter hábitos de dieta segura. As outras pessoas não têm a mínima piedade e discriminam bastante aqueles que estão acima do peso. São relatados casos pelo mundo todo onde as pessoas disseram que foram demitidos, ou foram negados empregos e promoções por causa de seu peso.


03 • Calvície
 O Preconceito contra as pessoas carecas começou cedo. Scheherazade pergunta: "Existe alguma coisa mais feia no mundo do que um homem ... careca?" No século 19, a calvície nos homens significava que eles tinham que usar uma peruca se eles fossem ter qualquer tipo de vida pública ou profissional.


04 • Modo de falar
 Se você tem um gaguejar ou impedimento de fala, apenas conseguir um emprego é difícil, mas é ainda mais difícil ficar nesse trabalho. Algumas empresas consideram que os gagos não conseguem executar bem suas tarefas e os demitem.


• Feiúra
 Nos dias atuais é cada vez mais visível que as pessoas mais bonitas tem maiores chances no mercado de trabalho, tem mais facilidade de se inserir em grupos sociais e é claro mais sucesso com o sexo oposto. Muita gente é chamado de feio(a), mas segundo uma pesquisa realizada por uma universidade do Canadá, não existem pessoas feias e sim o conceito de beleza que muda de acordo com o lugar, pessoa e com o passar do tempo. - (Eu Concordo!)



-Traduzido e adaptado de Discrimination word list


O que você achou? Deixe sua opinião.


0 comentários:

Postar um comentário