Ejaculação precoce

http://www.comocuidar.com.br/wp-content/uploads/2010/12/imagem_3a85658d6a.jpg
Veja algumas curiosidades e dicas sobre a ejaculação precoce. Saiba como tratar e evitar essa ação inconveniente para a maioria dos casais.


O orgasmo masculino consiste em duas fases: a primeira fase começa na glândula da próstata, que a uretra que se posiciona em formato de círculo acima da base do pénis. A glândula da próstata contrai-se e liberta fluidos, juntamente com os conteúdos da vesícula seminal, para a uretra. A segunda fase ocorre quando o músculo pélvico se contrai fortemente à volta do períneo, forçando o fluido para fora com uma pressão considerável. Os homens devem estar cientes que é possível ejacular sem ter um orgasmo e vice-versa (orgasmo seco); o orgasmo é algo mental e a ejaculação é algo físico.

A boa notícia é que este problema é altamente tratável, desde que o homem esteja disposto a pedir ajuda, investindo o tempo e o esforço necessário.

O primeiro passo para eliminar e ejaculação precoce é ficar mais familiar consigo. Esteja confortável com o seu corpo, perceba quais as sensações e sensibilidades que o levam ao orgasmo. Deve aprender e ser capaz de predizer quando o orgasmo irá ocorrer. Isto prevenirá a surpresa de ter um orgasmo sem contar. Isto ajudará a perceber o que é necessário para evitar atingir aquele ponto em já não há retorno possível.


Muitas pessoas não estão cientes, mas um respirar adequado ajuda a desenvolver um controlo sobre a ejaculação. Isto acontece porque fazendo algumas respirações profundas irá ajuda-lo a relaxar e acalmar a tensão sexual que leva à ejaculação precoce. Pratique as inspirações e expirações profundas e relaxe todo o corpo.

A comunicação é outra das chaves essenciais a ter em conta para ter sexo de longa duração. Deixe a sua parceira saber quando estiver quase a ejacular e sobre o que você consegue ou não aguentar. Isto envolve a verbalização, pois atos não verbais são muitas vezes mal interpretados. Palavras como “Para”, ”Aguenta” ou “Mais” são escolhas óbvias e palavras curtas e significativas também são aceitáveis.

Outra causa da ejaculação precoce é a ansiedade, medo ou desconforto com a parceira. A ejaculação precoce é menos provável de acontecer quando os casais se conhecem bem, e se sentem confortáveis um com o outro. E se ambos os casais estiverem num local relaxado sem problemas com a contracepção.

Muitos homens na segunda relação sexual consecutiva, conseguem durar mais tempo que na primeira. Por isso talvez esta prática possa ser incorporada no seu ritual sexual. Se a primeira vez é curta, continue a excitar a sua parceira, com algum sexo oral, ou estimulação manual, mantendo-a excitada até que esteja pronto para uma segunda vez.

Os preservativos também reduzem a sensibilidade, logo a estimulação durante o coito sexual. Muitos homens sentem que o preservativo lhes permite prolongar mais a relação sexual, pois diminui a sensibilidade. Para além desta vantagem, os preservativos previnem doenças sexualmente transmissíveis e não causam irritação na vagina da parceira. Estes preservativos retardantes, contém benzocaína dentro deles, que funciona como base dos cremes que retiram a sensibilidade.

O tipo de posição sexual também determina e afeta a capacidade de duração da relação sexual. A posição de missionário (homem por baixo e mulher por cima) é considerada a melhor posição para controlar a ejaculação. Contudo todos os homens são diferentes, mas em geral acham sempre mais difícil controlar a ejaculação quando a parceira está numa posição de controlo. Mas como também depende de cada um, experimente diversas posições de acordo com que o faz sentir melhor.

A ejaculação precoce pode ser controlada com paciência, esforço e conhecimento. Informe-se; este deve ser o primeiro passo a dar. Depois de reconhecer o problema, está a meio caminho da sua superação. Superar o problema, mental e fisicamente é muito mais fácil quando ambos os parceiros estão envolvidos, com pleno conhecimento sobre a situação e abertos para falar sobre ele.


Deixe seu comentário abaixo!

0 comentários:

Postar um comentário