A conquista de pessoas dificeis

 Sabe aquelas pessoas que não deixam que ninguém se aproxime, não deixam espaço para nenhum tipo de contato, pois bem veja como proceder no caso de você querer ser amigo dessas pessoas ou quem sabe algo mais...

   O primeiro passo é ser um ótimo observador. Você tem que ser um observador. Para esse primeiro passo comece aprendendo que todas as pessoas do mundo são exatamente iguais, a única diferença é o grau de fechamento ou abertura de suas expressões, o tanto que deixam transparecer suas emoções e sentimentos em relação ao mundo a sua volta. E tudo o que você tem que fazer é aprender a ter a mente mais aberta, mais abrangente. Respeitar os limites dos outros, saber como lidar com todos os tipos de pessoas.
   Dizem que uma pessoa que já fez alguma viagem é mais tolerante (respeita) às diferenças dos outros do que uma pessoa que nunca sequer saiu da cidade onde mora.
   Comece vendo o mundo como se estivesse no topo de uma montanha ou em cima de uma torre, uma coluna da qual tudo você percebe, da qual você vê as pessoas como se estivesse vendo um teatro ou um filme, ou uma novela, ou... Perceba que as pessoas sempre se relacionam, é da natureza humana ser um indivíduo social. Nessas relações o que prevalece é a mutua troca de "favores". Um indivíduo é social pelo simples fato de querer, de necessitar sobreviver. Se uma pessoa que você observa é meio reclusa, fechada a contatos de outras pessoas é porque ela teve experiência que a "traumatizou", que a fez com que deixasse de confiar em pessoas próximas e desconhecidas principalmente. Se você tenta fazer contato visual e a pessoa em questão foge circunstancialmente tente uma abordagem mais sutil ou no caso de uma aproximação mais ousada tente não assustá-la. Um caso agora me veio a mente. Uma amiga minha disse uma vez em um conversa, entre amigos, que nunca gostou de ter companhia, de ter um namorado mais precisamente. Desse sentimento por ela exposto, vi uma oportunidade de tentar ajudar ela a se soltar mais, pois ela era muito reclusa, mal saia de casa. O que fiz foi simplesmente conquistar a confiança dela e fazê-la se sentir totalmente à vontade entre eu e ela e entre amigos. Fazer com que ela se sentisse livre para se expressar, fazer com que ela se sentisse querida, admirada por mim e por nossos amigos. Dar atenção especial a ela foi uma atitude que aos poucos fez com que ela se apegasse a mim, daí você percebe se quer fazer dessa sincera amizade uma relação ou se deixa como esta.
   Você certamente já teve contato com pessoas agressivas que não aceitam uma crítica, que não gostam de ser contrariadas, que discordem delas. Pessoas que falam alto te incomodam? Pessoas que falam baixo demais te incomodam? Afinal, você saberia explicar o motivo de certas pessoas serem tachadas de antipáticas e outras de simpáticas. Como será que eu faço para "mudar" esta postura dessas pessoas em relação (não digo mudar o âmago e sim como elas se portam comigo) a mim e aos outros. Bem... Como eu disse anteriormente seja um excelente observador. Saiba identificar a causa dos comportamentos das pessoas. Como já dizia HOHENEIM, todo efeito tem sua causa e toda causa tem seu efeito, nada é por acaso... Se você pensa que não gosta de filosofia, psicologia, mas se interessa no assunto em questão, saiba que isto é uma das bases desses ramos da ciência humana, as relações entre indivíduos e suas formas de sociedade... Como dizia um professor meu, estudar é show! Então, para não ficar enrolando mais do que já estou, veja tudo sobre esses assuntos e muito mais em minhas postagens posteriores a esta. Estudem-nas com prazer!

Jhoneys

0 comentários:

Postar um comentário