Reflexão sobre os costumes da atualidade

Bem eu sempre fui um pouco avesso aos padrões culturais das massas que temos nos dias de hoje. Sempre pensei: -Será possível?! Não gosto de nada que chega a mim, não gosto de ver tv, não ouço radio,
não sou muito chegado a sair com os amigos para dar uma volta pela cidade à noite, enfim, sou meio, ou melhor dizendo, sou anti-social!

 Por mim eu matava todos os indivíduos que fazem programas como: Sílvio Santos. Gugu Liberato, João Inácio Junior, Xuxa, Fausto Silva entre outros, apenas porque não acredito como pode ser possível o "Brasileiro" com uma cultura tão vasta se render a "IMBESssssSILIDADES" como essa de assistir e ainda por cima gostar, rir e dizer que é bom um programa que chama o telespectador de macacos adestrados, e o povo não se da conta ou melhor, não quer se dar conta, de que está sendo tratado como um fantoche gerador de dinheiro, um reles idiota, imbecil, beócio, ameba, jumento, burro, panaca que só serve para uma coisa... para ser um misero brinquedo dos "poderosos".
 Sei que há quem não concorde comigo, que assiste a esses programas. Não se ofenda, mas é minha opinião!
 Todo dia vejo pessoas com uma vida rotineira simplesmente , que me causa vertigem, de, trabalho, tv, dormir, tv, festinhas, tv, radio... PORRA!!! isso me enlouquece de raiva, viver, ou melhor, passar a vida em um eterno ciclo de erros e o pior, debaixo de um véu, um manto pesado. Antigamente pessoas como eu, acredito ao menos, tinham e tiveram a coragem de tentar ver por entre uma brecha nesse espesso tecido.
 Ide de encontro a luz mesmo que ela te ofusque por um momento, seja como um barco que navega as vezes contra o vento e as vezes a favor...Conheceste a ti mesmo e encontrará a Deus! -Nietzsche

0 comentários:

Postar um comentário