Homens perdoam mais a traição (mas só se for com outra mulher!)

 
Uma pesquisa da Universidade do Texas mostrou que metade dos homens perdoaria facilmente a infidelidade de suas parceiras, contanto que o ato de traição tenha sido realizado com outra mulher. As mulheres, no entanto, são menos propensas a perdoar se o namorado sair com outro homem, segundo o estudo.


Os pesquisadores pediram a 718 estudantes universitários que imaginassem estar em um relacionamento de longo prazo e que relatassem suas reações em vários cenários diferentes.

Eles descobriram que cerca de 50% dos homens continuariam um relacionamento com uma mulher que teve um caso com outra mulher, enquanto apenas 22% dos homens disseram que perdoariam caso a traição fosse com outro homem.

Para as mulheres, os resultados foram invertidos. Se o namorado traiu com outra mulher, 28% das pesquisadas disseram que manteriam o relacionamento, mas 21% encerrariam o relacionamento se a traição fosse com outro homem.

Os resultados sugerem que os homens temem mais pelo tipo de infidelidade que pode ameaçar a sua capacidade de ser pai. Os homens também podem ver o affair homossexual de uma parceira como uma oportunidade de acasalar com mais de uma mulher ao mesmo tempo.

Inversamente, a maior parte das mulheres se mostrou contra o perdão em ambos os casos, mas especialmente na traição homossexual. Segundo o estudo, isso pode pode ser visto pela mulher como um sinal de insatisfação com o relacionamento atual e um prelúdio de possível abandono no futuro.

“O mecanismo de ciúme é ativado em homens e mulheres em diferentes situações. Aqueles que ameaçam a paternidade em homens e aqueles que ameaçam o abandono de mulheres”, disse Jaime Confer, doutoranda em psicologia evolutiva autora do estudo. A pesquisa foi publicada neste mês na revista científica “Personality and Individual Differences”.

Você concorda com os resultados da pesquisa? Perdoaria algum tipo de traição? Deixe sua opinião nos comentários! {http://colunas.galileu.globo.com/}

0 comentários:

Postar um comentário