Comidas muito salgadas podem prejudicar seu coração em apenas 30 minutos

Se você gosta da sua batata frita ou da pipoca super salgada, tome cuidado. Um estudo feito por pesquisadores australianos revela que 30 minutos após comer aquele lanche com pitadas extras de sal, claras mudanças já podem ser vistas em suas artérias. E mais: os efeitos atingem até mesmo as pessoas com pressão arterial normal.

Para realizar o estudo, os cientistas reuniram um grupo de 16 voluntários, todos saudáveis. A oito deles foi distribuída uma sopa de tomate com pouco sal, enquanto os outros oito receberam uma sopa dez vezes mais salgada.

Depois da refeição, os voluntários foram convidados a colocar seus braços em um medidor de pressão arterial, que infla e corta temporariamente o fluxo sanguíneo. Enquanto o medidor desinflava, uma máquina ultra-som foi usada para avaliar o quanto os vasos sanguíneos se dilatavam quando o sangue voltava a circular.

Dessa forma, os pesquisadores puderam perceber que as artérias das pessoas que consumiram a sopa com elevado teor de sal dilatou aproximadamente metade do que as artérias daqueles que comeram a versão com baixo volume de sal. O experimento foi repetido invertendo-se o grupo que recebia a sopa salgada, e o resultado continuou o mesmo.

Em resumo, o sal prejudica a capacidade de dilatação das paredes das artérias. Segundo o pesquisador responsável pelo estudo, Kacie M. Dickinson, o fenômeno é similar às respostas vistas após refeições ricas em gorduras saturadas, as quais prejudicam os vasos sanguíneos a longo prazo.

A grande suspeita é de que o sal, assim como a gordura, possa bloquear a liberação de óxido nítrico, quando o coração bombeia sangue pelas artérias. Esse gás é importante porque faz com que as paredes dos vasos relaxem e se dilatem, melhorando o fluxo sanguíneo.

Os efeitos de comer um lanche super salgado passam em cerca de duas horas. No entanto, outros estudos mostram que, ao longo dos anos, esse tipo de disfunção arterial e a não liberação do óxido nítrico podem ocasionar quadros permanentes, como pressão alta ou a aterosclerose – acumulação de gordura nos vasos sanguíneos, levando a ataques cardíacos e derrames.

Para os médicos, o estudo serve como um alerta: excesso de sal faz mal à saúde e, assim como tudo na vida, deve ser consumido com moderação. [via]

0 comentários:

Postar um comentário