Depois do gerúndio, a vez do plural…


Depois do decreto que demite o gerúndio, que tal uma lei obrigando o plural?



Um candidato em campanha visita uma pequena cidade e, no auge de seu discurso, dispara:

- “Nóis vai construir mais ponte, nóis vai asfaltar as rodovia, nóis vai construir mais escola”…

Seu assessor, preocupado com os erros de linguagem, resolve interrompê-lo e ao pé do ouvido lhe diz:

- ” Excelência, por favor, emprega o plural… dá mais voto!”

O candidato volta ao microfone e arremata:

“Muito bem lembrado aqui pelo meu assessor… Eu prometo ainda que nóis vai empregar o plural, o pai do plural, a mãe do plural, e ainda vamo dá cesta básica pra toda família do plural…”

via.

0 comentários:

Postar um comentário