Homens têm dificuldade em perceber o que as mulheres sentem na cama

Segundo uma nova pesquisa, homens e mulheres geralmente têm ideias completamente diferentes sobre o que exatamente ocorre na cama.


O estudo foi realizado com 5.865 pessoas na faixa etária de 14 a 94 anos, e ressalta o fato preocupante de que homens e mulheres, jovens e velhos, e até mesmo casais que estão juntos há muitos anos, não falam sobre sexo.

Os resultados apontam que os homens superestimam se sua parceira teve um orgasmo, e subestimam a sua dor. Enquanto 64% das mulheres relataram ter um orgasmo, 85% dos homens disseram que suas parceiras tiveram um. Além disso, cerca de 30% das mulheres afirmaram que o sexo era muito doloroso e, presumivelmente, os homens não sabiam disso, ou então, sendo os cavalheiros que são, teriam parado.
Segundo os pesquisadores, as pessoas lidam suas limitações sexuais com medo. Os casais não falam de sexo nem quando o relacionamento está bem, e quando as coisas estão indo mal, a comunicação é ainda pior. As pessoas não se sentem confortáveis em falar sobre suas necessidades e desejos sexuais.

Isso pode ser devido a um comportamento enraizado. A partir do momento que meninos e meninas têm cerca de 5 anos, eles são segregados em grupos de mesmo sexo. Os meninos brincam com meninos, meninas com meninas, e a sociedade impõe a mesma segregação natural quando chega a hora de falar sobre nossos corpos.

Ainda hoje, a educação sexual muitas vezes acontece em aulas com pessoas somente do mesmo sexo. A mensagem enviada é que é tabu falar sobre coisas do sexo masculino com o sexo feminino e vice-versa, de que forma que, no futuro, os casais não trocam informações.
O que podemos fazer é ensinar meninos e meninas desde cedo o que significa ser um bom amigo, como funciona cada sexo, o que é amor, como ser um bom namorado e uma boa namorada. Conversas sobre sexo não devem ser apenas entre pais e filhos.

Depois de adultos, as pessoas precisam pensar o que está por trás da relutância em falar sobre sexo. Por exemplo, pesquisas com mulheres que têm uma condição que resulta em dor quando sua vulva é tocada ou estimulada sentem que não estão sendo boas esposas. Portanto, o problema não é a dor em si, mas o medo da própria auto-percepção.

Outro exemplo é a razão pela qual os homens pedem sexo oral. Não é apenas por causa da sensação física. O pênis tem um significado incrível para o homem. Mas as mulheres não podem ser responsabilizadas por não apreciar a situação. Ainda assim, se as mulheres fazem para agradá-lo, essa honra faz com que eles se sintam muito bem.

Da mesma forma, os homens precisam entender melhor o significado maior da sexualidade feminina. A melhor saída é, claro, conversar abertamente e com franqueza. Bem como experimentar coisas novas. Os casais também têm que aceitar quando um parceiro faz uma sugestão.

Com a comunicação, ambos os parceiros podem obter o tipo de experiência sexual que querem. Por mais desconfortável que seja, o caminho é, aos poucos, começar a demonstrar suas vontades e desejos e aumentar a comunicação na cama para um vida sexual melhor. 

Fonte: [MSN

0 comentários:

Postar um comentário